Sucos naturais: ótimos aliados na saúde do seu filho

Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados

ATENÇÃO!
Até o sexto mês de vida o bebê deverá ser alimentado exclusivamente com o leite materno. Ele não precisará de água ou chás. Qualquer mudança nessa regra deverá ser feita com orientação do seu pediatra.

ATENÇÃO!
A atual recomendação da “Academia Americana de Pediatria” diz que:

  • Dos 6 meses até 1 ano de idade deve-se oferecer frutas in natura ao invés de sucos (mesmo que naturais);
  • Se for oferecer sucos naturais (preparados em sua casa com a fruta), não coloque açúcar nem adoçante e de preferência dilua com água (filtrada);

Saborosos e extremamente benéficos aos adultos e crianças, os sucos naturais, assim como as frutas, são aliados importantes na saúde do seu filho. Porém, o consumo desse grupo de alimentos é, muitas vezes, menor do que o recomendado, principalmente devido ao aumento do comércio de alimentos industrializados, ricos em gordura, sal e açúcar, e pobres em micro-nutrientes.

É recomendável que os pais tenham o cuidado de, sempre que possível, oferecer sucos naturais às crianças, ao invés de refrigerantes ou sucos artificiais. Vale lembrar que, no Brasil, temos a vantagem da grande diversidade de frutas ofertadas durante todo o ano. Elas se caracterizam pela natureza geralmente polposa, aroma próprio, são ricas em açúcares solúveis e de sabor doce, podendo ser ingeridas sem a necessidade de preparo culinário. Mamãe, o que você está esperando!

Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados. A utilização integral dos componentes das frutas pode garantir o acesso a minerais, vitaminas e fibras, vitais para o desenvolvimento saudável do seu filho. “Além de perderem vários nutrientes, os sucos industrializados são ricos em calorias e contêm conservantes e corantes, que podem causar alergias, gastrite e até conter substâncias cancerígenas”, alerta a pediatra, Márcia Rodrigues.

Há ainda a opção de preparar sucos naturais que misturam frutas com legumes ou verduras. Eles são responsáveis pelo aumento das defesas do organismo. Outra medida importante é a ingestão de sucos 30 minutos antes das refeições. Essa prática ajuda na absorção dos nutrientes. Além disso, é importante que os sucos naturais sejam consumidos em, no máximo, 30 minutos depois de serem preparados, para que não percam suas propriedades nutritivas. Confira os benefícios de alguns sucos de frutas:

3

Dica:

Prefira sempre consumir a fruta in natura ao invés dela em sucos.

Se estiver com vontade de beber uma bebida refrescante, prefira o suco de frutas aos invés de refrigerantes ou sucos de caixinha.

Frutas e copos de sucos - foto: Skylines/ShutterStock.com

Você sabe o que é um BERÇO PROVENÇAL?

O nome é muito conhecido e ouvido por muitos, principalmente para quem está naquele momento mágico de decorar o quarto do bebê, mas será que você realmente sabe o que é um o berço provençal?

Clicando nas imagens será direcionado ao produto e mais informações

Provençal, nada mais é, do que um estilo de decoração que surgiu em Provença, que fica ao sul da França, em meados do ano de 1700. Provença era conhecida por seus imensos e belíssimos campos de lavanda, pequenos vilarejos aos pés das montanhas e uma típica vida camponesa, longe da corte francesa. O estilo que atualmente é conhecido como Provençal, surgiu quando os camponeses desse período sentiram o desejo de igualar seu estilo de vida aos nobres da corte da época.

Na época em questão, uma das principais características do estilo de vida nobre da elite eram o rococó, que ficou conhecido como o período histórico e estiloso da França, que findavam a Revolução Francesa, em 1789. Esse período rococó, foi marcado por itens decorativos com os detalhes mais ricos possíveis.

Nesse período, os artesãos de Provença começaram a desenvolver os móveis com muitos detalhes finos e entalhes, além de substituir muitas peças de ferro e outros materiais pela madeira, que dá um ar mais fino para o móvel. Uma curiosidade é que na época, esses artesãos queriam disfarçar ao máximo todas as imperfeições possíveis da madeira.

Para isso, na época, foi desenvolvido o que ficou conhecido como gesso cré, que era uma mistura de gesso e cola que servir para fazer o acabamento aos móveis.

O detalhe, é que com o passar do tempo, essa mistura começava a descascar em alguns pontos, coisa que esses artesãos não gostavam e tentavam evitar ao máximo. O que era um problema enorme para a época, hoje em dia é considerado um charme imbatível! Agora voltando ao berço.

Para diferenciar um berço provençal de um berço tradicional, basta olhar a riqueza de detalhes. Enquanto um berço tradicional preza por um estilo mais sóbrio e de certa forma mais tradicional e simples, o berço provençal possui como característica marcante os entalhes, detalhes e toda a elegância da madeira. Dentre os berços provençais, é comum encontrar berços provençais que possuem adornos, alguns modelos com pinturas levemente desgastada, capitonê, almofadas e até redes.

O berço provençal é muito interessante para criar um quarto com um estilo mais romântico. Com esse tipo de berço rico em detalhes, o quartinho do seu bebê vai ter uma aparência ainda mais sofisticada e principalmente, aconchegante. Antes de comprar um berço, é importante se atentar para alguns detalhes que podem fazer a diferença na sua compra. Entre eles, podemos citar como principal, o tamanho disponível no quarto do seu bebê. A maioria dos berços segue o padrão americano, com uma área interna, isso é, o espaço do colchão de 1,30 m de comprimento por 70 cm de largura.

Vale lembrar que essa medida é somente a área do colchão, sendo assim, sabido que o berço no tamanho total incluindo acessórios e grandes de proteção por exemplo, pode ultrapassar as medidas de 1,50 m por 80 cm. O ideal é medir bem o espaço disponível para o berço no quarto e calcular uma sobra de segurança para evitar erros. Outra recomendação é seguir rigorosamente todas as normas de segurança de órgãos regulamentadores, como o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Além disso, existem as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), como a norma 1586, que proíbe o uso de grades laterais móveis. Além disso, aqui no Tulipa Baby, a maioria dos berços estão em conformidade inclusive com a norma Europeia de segurança EN 716-1 : 05/2008, que garante ainda mais segurança para os pais e para o bebê. Um outro item de segurança que os pais devem se atentar é em relação ao tapa furos. Esse tipo de peça pode facilmente ser ingerida pelo bebê e causar complicações na respiração do pequeno. Outros itens como braçadeiras também devem ser evitados, para que o bebê não prenda a roupa e venha a se machucar.

Com essas dicas e conhecimento sobre o estilo provençal, você está preparada para comprar o melhor berço possível para o seu bebê.

Aqui na nossa loja, temos centenas de opções de berço provençal e berços tradicionais para você criar um ambiente único no quarto do seu pequeno!

Mamilo invertido: conheça as causas

O mamilo ou papila corresponde à maior proeminência na aréola, e tem importância fundamental na vida da mulher. Seja funcionalmente, permitindo principalmente a amamentação.

mamilo invertido é definido como uma retração do órgão para dentro da mama, e em geral a queixa é estética e associada ao temor de não poder amamentar. Tem como causa principal uma má formação congênita, isto é, uma fraqueza nos ligamentos que sustentam a papila e sem caráter hereditário.

Apesar de a papila invertida estar associada a problemas estéticos e psicológicos, o problema mais dramático é a impossibilidade de amamentar, por isso a importância da correção já ao se planejar a gravidez, hoje existem acessórios que ajudam a fazer esta correção de forma rápida e não dolorosa.

Experimente os dispositivos corretores de mamilo. Esses aparelhos alongam os dutos lactíferos puxando o mamilo por um determinado período. O dispositivo plástico e transparente é colocado sobre o mamilo debaixo das roupas.

Clicando nas imagens será direcionado o produto e mais detalhes

niplette-avent-unidade-scf15201-0004738-1

  • Aplique uma pequena quantidade de pomada para mamilos na região e na base do dispositivo.
  • Insira a seringa na abertura da válvula, pressionando com firmeza.
  • Coloque o corretor sobre o mamilo com uma mão e puxe a seringa com a outra para criar a sucção. Não puxe demais o processo não deve ser doloroso.
  • Após puxar o mamilo, libere o corretor.
  • Segure a válvula com firmeza e remova a seringa cuidadosamente. Evite a entrada de ar, pois isso pode fazer com que o dispositivo caia.
  • Utilize o aparelho debaixo das roupas. Se estiver utilizando uma roupa justa, é possível disfarçá-lo com uma capa de proteção própria do produto.
  • Remova o corretor empurrando a seringa contra a válvula para quebrar o vácuo.
  • Utilize o produto uma hora ao dia no começo. Aumente o período em uma hora por dia até conseguir utilizá-lo por oito horas ao dia.
  • Não utilize o produto o tempo inteiro!
  • Os resultados devem surgir dentro de três semana.

Confira o modelo disponível em nosso site: Niplette AVENT

Clicando nas imagens será direcionado o produto e mais detalhes 

niplette-avent-unidade-scf15201-0004738-1

Acesse nosso site e confira detalhes do produto

Sem título

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Atividade física oxigena raciocínio das crianças

Estudo traz evidência que atividades físicas antes, durante ou depois das aulas aumentam o poder de concentração das crianças, isto é, as crianças aprendem mais

Criança brincando em playground - foto: Tatiana Bobkova/ShutterStock.com

O futuro dos filhos é uma das grandes preocupações dos pais. Mercado de trabalho cada dia mais concorrido, fluência em pelo menos três línguas entre outros requisitos. As escolas também embarcaram nessas preocupações e a grade curricular está mais cheia de informações e aulas extras, diminuindo significativamente as práticas físicas.

Um estudo feito pela Universidade de Illinois, Estados Unidos, conclui que tanta atividade extra pode “ensinar” menos que uma simples aula de futebol ou queimada, comum nas aulas de educação física.

Nele há a evidência que atividades físicas antes, durante ou depois das aulas aumentam o poder de concentração das crianças, isto é, as crianças aprendem mais.

Foram realizados testes cognitivos em 20 crianças de nove anos de idade, sendo oito meninas e doze meninos. Em um primeiro dia, as crianças foram retiradas da sala de aula e os testes foram aplicados depois de 20 minutos de descanso. Já em um segundo momento, as crianças foram testadas depois de 20 minutos de caminhada na esteira.

Testes com conteúdo escolar, como escrita, interpretação de texto e matemática, foram realizados da mesma forma. As crianças obtiveram maior êxito depois da caminhada na esteira tanto nos testes cognitivos quanto com os de conteúdo escolar.

Uma observação que os coordenadores do estudo fazem é que caminhar na esteira não é um exercício propício para crianças. O resultado poderia ser ainda melhor se a atividade que a criança faça seja de acordo com a sua idade e sua preferência.

Seu filho precisa suar – Não é preciso tirar exemplos de estudiosos para exaltar a importância da educação física no desenvolvimento infantil. Em uma brincadeira de “queimada”, por exemplo, a criança raciocinar a força a ser empregada na bola, velocidade em escapar da bola, a pontaria. O mesmo procedimento se aplica basicamente no futebol e outros esportes.

Os pais e as escolas não devem deixar de lado as brincadeiras e atividades físicas das crianças. Não adianta deixar os filhos com a agenda completa somente com a escola, aulas de línguas e computação. Não transforme o filho em um mini-adulto. Já não basta a vida concorrida que o pequeno terá quando crescer. Não vale antecipar essa competição.

A atividade física, incluindo aí brincadeiras como esconde-esconde, pega-pega, passeios no playground, são importantíssimas para o melhor desempenho nas atividades intelectuais.

A grade curricular das escolas também deve incluir entre as aulas um espaço para as crianças brincarem ou até mesmo aulas de educação física. Um lugar adequado como playground ou uma quadra, mesmo que pequena, também é um ambiente para as crianças se divertirem e melhorarem o rendimento escolar.

Dicas

Se a escola do seu filho não tem espaço para brincadeiras, leve-o para passear no parque ou pracinha perto de casa.

Esportes ou algum lugar onde a criança possa brincar com um profissional adequado devem fazer parte da agenda da criança como aula de línguas.

Atividade física faz bem para a saúde e para o desempenho na escola. Lembre-se sempre disso.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/atividade-fisica-oxigena-raciocinio-das-criancas/

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Alguns mitos da gravidez

Aqui vamos desmistificar algumas histórias que as vovós, titias e vizinhas ainda acham que são verdadeiras e deixam a cabeça da futura mamãe confusa

Existem muitas histórias que giram em torno da gravidez. São tantos contos e lendas que a mamãe fica sem saber se acredita ou não. Até porque às vezes as informações são verdadeiras, mas têm outras que são mentirosas e que passam de geração para geração sem saber onde tudo e por que começou.

Aqui vamos desmistificar algumas histórias que as vovós, titias e vizinhas ainda acham que são verdadeiras e deixam a cabeça da futura mamãe confusa.

O sexo pode prejudicar o bebê – O sexo só será proibido se o médico encontrar alguma alteração com a gestação (como deslocamento de placenta e pressão alta). Se não tiver problema algum com a gestante e o bebê, o sexo está mais do que liberado. Não machuca o bebê, já que está envolvido pela placenta. E além de aumentar o fluxo sanguíneo na área da bacia aumentando a oxigenação fetal, as endorfinas produzidas no orgasmo trazem a sensação de bem-estar no bebê.

mitos da gravidez - yanalya / Freepik

Ficar em jejum para diminuir o enjoo – Isso não é verdade! Pelo contrário, a mulher deve comer mais vezes e em menos quantidade se quiser diminuir a sensação de enjoo.

Se a grávida soprar a nuca do marido quando este está dormindo, passa os enjoos para ele – Enjoos são causados pelos inúmeros hormônios que a mulher têm no seu organismo durante a gravidez e isso NÃO melhora apenas com um sopro na nuca do marido.

A mulher deve comer por dois – Mais um engano. A mulher deve aumentar somente 300 calorias por dia para que tenha uma gravidez saudável sem um grande aumento de peso. Essa quantidade já é suficiente para que o bebê se desenvolva de forma satisfatória. A mulher deve comer mais qualidade e saudavelmente.

Barriga redonda indica menina e pontuda menino – A forma da barriga NÃO tem relação com o sexo do bebê. A barriga se desenvolve dependendo da conformação física da mamãe.

Exercícios físicos durante a gravidez fazem mal – Não podemos realizar as mesmas atividades físicas de antes da gravidez, mas exercícios supervisionados por um profissional especializado são mais do que recomendados. Hidroginástica e caminhada são exercícios de baixo impacto que podem ser realizados pela futura mamãe.

Se a grávida tem muita azia, é porque o bebê vai ser cabeludo – O que vai definir se seu filho vai ser ou não cabeludo não é a azia e, sim, a genética. A azia aparece porque o útero pressiona o estômago, causando um refluxo do ácido do estômago.

Se os desejos da grávida não forem satisfeitos o bebê pode nascer com algum sinal – Os desejos são originados normalmente devido à necessidades do organismo da grávida, como falta de alguma vitamina. Mas se a mamãe não comer a jaca que deseja seu filho não vai nascer nem com cara nem com algum sinal lembrando a jaca.

Grávidas devem fazer sauna ou permanecer em banheiras com água quente por muito tempo – Mentira. Mamães grávidas NÃO podem ficar em banheiras e saunas por muito tempo. O calor estimula a vasodilatação dos vasos, podendo levar a uma hipotensão arterial. E isso prejudica o transporte sanguíneo para o feto.

Gestante não pode andar de moto? – Não existe nenhum estudo ou pesquisa que relacione prejuízos ao feto ou para a gestante que anda de moto (seja pilotando ou como passageira – garupa). O que irão surgir ao longo do tempo são desconfortos para a gestante devido à postura. Mas a estatística é cruel para quem anda de moto no Brasil. Os números de acidentes não param de aumentar e a maioria deles ou causa invalidez permanente ou a morte, segundo os números do Seguro DPVAT. Sendo assim, a recomendação é que se tenha bom senso e utilize a moto apenas em situações realmente necessárias, mas se possível escolha ir de carro ou ônibus para o seu compromisso, esteja ou não grávida.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/alguns-mitos-da-gravidez/

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Lista para Chá de Bebê

Confira alguns itens que são importantes para o chá de bebê e que caberão no bolso das suas amigas

Resultado de imagem para lista de chá de bebe

Você já está no 7º ou 8º mês de gestação? Saiba que essa é a época ideal para realizar o chá de bebê e reunir os amigos e parentes para participar.

A intenção do chá de bebê é de ajudar a futura mamãe a se equipar para esse início cheio de despesas, e ajudá-la emocionalmente nessa nova fase, pois é importante para ela, sentir os amigos por perto, participando dessa etapa de sua vida, mesmo que não seja seu primeiro filhinho.

Abaixo, você verá uma lista completa. Use seu bom senso e tire ou acrescente da lista aquilo que achar necessário, ou peça só aquilo que mais se aproxima das suas prioridades, pois não esqueça que terá que coordenar a lista com o número de convidados.

Lista de presentes

  • Álcool (70%)
  • Algodão de bolinhas 
  • Babador 
  • Bonézinho ou chapéuzinho de tecido 
  • Calça com pé 
  • Calça sem pé
  • Body 
  • Chupeta ortodôntica* 
  • Mamadeira* 
  • Cobertor 
  • Cortador de unha 
  • Cotonetes 
  • Creme para prevenção de assaduras 
  • Escova de cabelo para bebê 
  • Fraldas de pano 
  • Fraldas descartáveis 
  • Gorrinho de lã 
  • Lençol de berço c/ fronha (2 peças) 
  • Lençol avulso 
  • Lenços umedecidos* 
  • Lixeirinha 
  • Luvinha de malha 
  • Macacão banho de sol, de malha 
  • Macacão manga comprida 
  • Macacão manga curta 
  • Mantas (linho, lã, malha, soft, etc.)
  • Meia 
  • Mordedor de borracha 
  • Óleo para bebês* 
  • Pente 
  • Pratinho para frutinha 
  • Sabonete neutro 
  • Saboneteira 
  • Sapatinho de lã 
  • Tesourinha de unha 
  • Termômetro para água 
  • Termômetro comum 
  • Toalha de banho com capuz (de plush ou atoalhada) 
  • Toalha de fralda 
  • Travesseiro

* Converse antes com o pediatra do seu filho sobre o uso desses itens.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/cha-de-bebe/

 

 

“Conheça a nossa poltrona de amamentação, sucesso de vendas na TulipaBaby! ”

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Promoção TulipaBaby!!

na-compra-do-berco-ganha-colchao

Que tal você comprar o BERÇO e ganhar o COLCHÃO de BRINDE?! 

A TulipaBaby apresenta ao mercado móveis resistentes e de qualidade, que valem para vida toda. Todos os móveis são feitos de madeira maciça com todas as normas de segurança e certificação INMETRO. A empresa detém todo o processo produtivo desde o plantio das árvores até a venda ao consumidor final. Produtos com ate 02 anos de garantia! E para completar você ganha de brinde um colchão =)

Acesse www.tulipababy.com.br e confira os modelos de BERÇOS disponíveis! 

 

 

“Conheça a nossa poltrona de amamentação, sucesso de vendas na TulipaBaby! ”

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Como o Bebês aprende a andar

Sem você perceber, seu filho estará andando por todos os lados. Esse marco do desenvolvimento exige o seu incentivo, atenção e precauções de segurança.

Resultado de imagem para aprendendo a andar

A maioria dos bebês dá os primeiros passos no fim do primeiro ano (entre 9 e 12 meses). Não se preocupe se esse desenvolvimento vier um pouco mais tarde para o seu bebê. Muitas crianças não caminham até os 16 ou 17 meses. Caso ache que seu filho está com um atraso significativo, leve-o ao pediatra.

Como ele começa

A maior parte dos bebês começa engatinhando, apesar de alguns pularem essa parte indo direto para a fase de ficar em pé e, eventualmente, andar. Se seu bebê já é um experiente “engatinhador”, pode estar tentando fazer movimentos mais desafiadores, como subir as escadas. Apesar de isso poder ajudá-lo a julgar altura e profundidade, além de desenvolver seu senso de equilíbrio, por motivos de segurança, é importante instalar portõezinhos para que ele não tente subir sem você para ajudar.

Antes de andar, ele vai “se apoiar”

Bebês muito ágeis tentam ficar em pé e dar alguns passos enquanto se seguram em um móvel. Se ele ficar confiante, logo descobrirá como ir de um lado a outro do ambiente usando móveis para ajudar no equilíbrio. Aprender a fazer isso é a última habilidade física que precisa aprender antes de começar a andar sem assistência. Estenda as mãos para frente e incentive-o a apoiar em alguma coisa e, eventualmente, andar. Mostre como dobrar os joelhos para se sentar. Caso ele alcance um brinquedo tentando se movimentar de um lado a outro, lembre-se de elogiá-lo bastante.

Deixe sua casa segura

À medida que seu bebê ganha mobilidade, certifique-se de que sua casa está protegida. Um bebê começando a andar pode fazer muitas travessuras. Além disso, conforme ele usa as mãos, pernas e pés para se mover, tem mais probabilidade de se sujar, sua pele pode ficar ressecada por causa da fricção que ocorre ao caminhar e ele pode se tornar mais propenso a cortes e machucados.

Fonte do Site: https://www.johnsonsbaby.com.br/brincar-e-aprender/dicas-para-ajudar-seu-bebe-a-andar

“Conheça a nossa poltrona de amamentação, sucesso de vendas na TulipaBaby! ”

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

O Sono da Criança Pequena

Muitas vezes, colocar seu filho pequeno na cama para que durma de forma tranquila pode ser desafiador. Para garantir uma quantidade de sono suficiente para ele ser saudável e feliz, mantenha uma rotina na hora de dormir, facilitando para ele e, ao mesmo tempo, reforçando a ligação entre vocês.

Resultado de imagem para criança dormindo

Conforme ele começa a ficar mais e mais independente e a fazer muitas coisas sozinho, é tentador imaginar que o pequeno “passou da fase de bebê”. Mas tenha em mente que ele ainda tem as mesmas necessidades de quando era um bebezinho. Ele ainda precisa de muita atenção, muito carinho e muito sono. Na verdade, crianças entre 1 e 3 anos precisam de 12 a 14 horas de sono por dia no total, normalmente de 11 a 12 horas por noite e 1 a 3 horas durante o dia.

A hora de dormir e o seu filho

Apesar de muitas crianças terem aprendido a dormir a noite toda, as mudanças e eventos estressantes, como mudar do berço para a cama muito cedo, uma viagem ou uma doença, podem causar retrocessos temporários.

Para garantir que seu bebê descanse e durma ele precisa seguir estas dicas:

  • Defina uma hora regular para dormir e tirar um cochilo (evite sonecas no fim da tarde).
  • Estabeleça uma rotina noturna de 20 a 45 minutos para ajudá-lo a se acalmar e a relaxar.
  • Ofereça um ambiente escuro, fresco e silencioso.
  • Seu filho deve estar sonolento, mas acordado quando for dormir.
  • Deixe a atividade noturna favorita dele por último.

Mantenha uma rotina noturna

Uma rotina antes de dormir ajudará seu filho a ficar com sono e a sinalizar que é hora de relaxar e de se preparar para dormir. Mantenha-se firme e siga o mesmo padrão todas as noites. Seu pequeno se sentirá mais relaxado se souber o que virá a seguir. Além disso, certifique-se de que a rotina na hora de dormir está indo para o mesmo lugar para a cama.

Acesse: https://www.johnsonsbaby.com.br/hora-de-dormir/sono-das-criancas-1-a-3-anos

“Conheça a nossa poltrona de amamentação, sucesso de vendas na TulipaBaby! ”

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Os 10 Primeiros Dias do Bebê

lorena-80

Como uma nova mamãe, você já leu, assistiu a vídeos e pesquisou na internet para saber tudo o que deve fazer. Mas quando o bebê chegar, talvez você precise de uma “colinha”. Para ajudá-la confira as dicas abaixo:

Segurar

O recém-nascido pode parecer frágil e delicado para você, mas não tenha medo de tocá-lo, pegá-lo ou segurá-lo no colo!

Na verdade, estudos mostram que bebês que ficam no colo mais do que duas horas por dia têm melhor desenvolvimento e choram menos.

Pelo fato de os músculos do pescoço do bebê ainda não estarem totalmente formados, você precisará dar apoio toda vez que pegá-lo no colo. Também apoie a cabecinha dele contra o seu ombro ou mão oposta enquanto o carrega.

Banho

Alguns pediatras recomendam higienizar seu bebê apenas com uma esponja até que o cordão umbilical cicatrize e caia (normalmente em uma ou duas semanas). Certifique-se de ter todos os produtos necessários para o banho prontos antes da chegada do bebê, para que você não precise ficar nem um minuto sequer longe dele.

Como escolher os produtos para o seu recém-nascido? 

Um produto ideal para o bebê não deve irritar a pele ou os olhos, ressecar a pele ou alterar seu pH natural. É importante também que ele deve ser conservado de forma eficaz para ajudar a manter a qualidade durante o uso normal.

Troca de fraldas

Muitos pais de primeira viagem ficam surpresos com a quantidade de fraldas que trocam durante o dia. Para facilitar a sua vida, tenha uma boa quantidade estocada antes de trazer o bebê para casa. Também é útil aprender como trocar a fralda do bebê antes (e até praticar!).

Conforto

A maioria dos bebês chora por uma média de duas horas por dia nos primeiros 3 meses. Então, apesar de ser um pouco desconcertante, é normal.

Para dar conforto ao seu bebê, primeiro tente identificar a causa do desconforto. Ele está com fome? Com gases? A fralda precisa ser trocada? É hora de tirar uma soneca? Há muitos estímulos, como barulho, luzes ou atividades? Para ajudar a acalmar um bebê sonolento ou muito estimulado, segure-o no colo, enquanto o balança suavemente. Cante ou converse com ele, deixe-o seguro com a sua voz. Também é útil fazer carinho nas costas enquanto faz isso. Tente diferentes posições para descobrir o que conforta vocês dois.

Algo mais a considerar: seu bebê não tem muita mobilidade nas primeiras semanas e pode chorar por ajuda se estiver deitado de maneira desconfortável no berço. Você pode ajudá-lo a se ajeitar ao trocar delicadamente a posição. Mas, por questão de segurança, sempre coloque o bebê deitado de barriga para cima para dormir.

Os primeiros 10 dias podem significar MUITO mais para o seu bebê­

Aos 3 anos, 85% do cérebro do bebê está desenvolvido. Todas as experiências até esse momento ajudam a formar o cérebro do bebê. Experiências multissensoriais que são repetitivas, consistentes, previsíveis e enriquecedoras podem ajudar seu pequeno a ter um desenvolvimento saudável.

Então não se preocupe tanto se esta fazendo as coisas “corretamente” o que mais importa é que você passe bastante tempo com ele, envolvendo os sentidos do tato e olfato, ajudando na criação de laços entre vocês, ao mesmo tempo que enriquece o crescimento dele.

Massagem no bebê

Pesquisas demonstram que a massagem pode relaxar os bebês, melhorar seus padrões de sono e acalmá-los quando estão irritados. Fazer uma massagem no bebê também é uma ótima forma de criar laços com ele e é algo fácil de ser feito..

Alimentação

Muitos profissionais de saúde concordam que nada é melhor para o seu recém-nascido do que o leite materno. Nutricionalmente falando, é feito sob medida para o seu filho. É claro que algumas vezes as mães não conseguem amamentar por conta de problemas médicos e outras circunstâncias especiais. Discuta com seu pediatra como alimentar melhor o seu recém-nascido.

Não importa como você decida alimentar seu bebê: sempre assegure-se de segurá-lo enquanto o alimenta. O carinho que vem com a amamentação ajuda a construir laços fortes de afeto entre você e ele.

Sono

A forma como o bebê dorme muda conforme ele cresce. Recém-nascidos dormem muito durante as 24 horas do dia, com frequência acordando durante o dia e a noite. Mesmo assim, você pode começar a desenvolver uma rotina para a hora de dormir do seu bebê, mesmo no início, com 6 ou 8 semanas.

E, conforme ele se desenvolve e começa a consolidar o sono à noite, com menos “sonecas” durante o dia, você pode ajudá-lo a gradualmente desenvolver um padrão de sono, aprendendo que a noite é para dormir, não para brincar.

Fonte do Site: https://www.johnsonsbaby.com.br/preparando-se-para-o-bebe/primeiros-10-dias-do-bebe