7 maneiras de controlar um sangramento pequeno

No caso de um pequeno corte na pele, pode ser suficiente apenas comprimir o local por alguns minutos

7-maneiras-de-controlar-um-sangramento-pequeno

Os pequenos incidentes não acontecem somente com as crianças que, muitas vezes, aparecem com algum machucado na perna, braço ou até rosto, porque caíram enquanto brincavam. Todos nós, inclusive os adultos, estamos sujeitos a cair, cortar o dedo com uma faca ou abridor de latas etc. E nesses casos, inevitavelmente, pode ocorrer um sangramento pequeno – mas que, ainda assim, pode causar certa preocupação na pessoa que se machucou e até nas que estão ao seu redor.

Para saber como proceder em situações em que ocorra sangramento, é preciso entender, primeiro, o que ele representa e em quais casos pode ser motivo de preocupação.

O que representa um sangramento e em que situações ocorre?

De acordo com José Mauro Kutner, hematologista do Hospital Israelita Albert Einstein, um sangramento representa o rompimento da integridade de vasos sanguíneos que irrigam uma determinada região do corpo. “Habitualmente isto ocorre por trauma, mas eventualmente pode ser causado, ou agravado, por deficiências do sistema de coagulação do indivíduo”, acrescenta.

O sangramento pode ser externo e/ou interno – aquele que ocorre no interior de um órgão e que não é visível. Mas ao falarmos em “pequenos sangramentos” nos referimos a machucados externos, que acontecem com maior frequência.

De acordo com o hematologista José Mauro Kutner, os sangramentos externos mais comuns são provenientes de pequenos traumas do dia a dia. “Por exemplo, pessoas que se cortam ao se barbear, ao se depilar, ou mesmo ao manipular instrumentos perfuro-cortantes na cozinha ou no trabalho”, diz.

O profissional explica que todas as partes e órgãos do corpo estão sujeitos a sangrar em maior ou menos intensidade. “Entretanto, o mais comum é que isto ocorra nas partes mais expostas ao ambiente e que estejam desprotegidas, ou seja, na pele”, explica.

Podem ocorrer complicações?

De acordo com o hematologista Kutner, pequenos sangramentos da pele, que rapidamente param de sangrar, não costumam apresentar maiores problemas. “Por vezes, deve-se ficar atento ao risco de complicações infecciosas caso um corte na pele, apesar de parar de sangrar, não tenha sido adequadamente higienizado, permitindo a entrada e proliferação de bactérias”, diz. “Dependendo do local do sangramento, mesmo que pequeno, ele pode representar maior risco, como é o caso dos olhos”, acrescenta.

Em casos de dúvida em relação a um sangramento, a recomendação é sempre buscar orientação médica, conforme orienta o hematologista.

Como controlar sangramentos externos ou proceder nessas situações?

O profissional explica que, quando o sangramento decorre de um pequeno trauma e há um pequeno corte na pele (por exemplo, feito com um barbeador), pode ser suficiente apenas comprimir o local por alguns minutos. “Caso o corte seja grande ou o sangramento seja intenso, deve-se procurar ajuda médica imediatamente. Dependendo do caso, pode ser necessário até mesmo ‘suturar’ (dar pontos) no local”, acrescenta.

Abaixo você confere uma lista com essas e outras orientações que podem ajudar em casos de sangramento:

  1. Coloque um pano ou papel limpo no ferimento.
  2. Faça pressão sobre o local, o suficiente para deter o sangramento.
  3. Caso não seja possível encontrar um pano limpo ou papel, comprima o local diretamente com a mão ou apenas alguns dedos, até que o sangramento pare ou até que a ajuda chegue. Se sua mão estiver suja ou cortada, faça a compressão usando a mão da própria vítima.
  4. Se necessário, eleve o braço ou a perna da vítima, mantendo a pressão sobre o ferimento.
  5. Em caso de ferimentos na palma da mão, pressione com pano limpo e peça à vítima que aperte. Se tiver ataduras, coloque-as sobre os dedos de modo que eles se fechem sobre a gaze ou o pano que estiver na mão. Se possível, apoie o braço em uma tipoia e leve a vítima para o hospital.
  6. O sangramento do nariz ocorre, na maioria das vezes, quando os vasos do interior das narinas se rompem, seja por pancada ou por consequência de espirro, limpeza com dedos ou por assoar o nariz. Pode surgir também como resultado de pressão arterial elevada. Para controlar o sangramento, a vítima deve se sentar e, respirando pela boca, comprimir o nariz com os dedos por cerca de 10 minutos. Se depois disso o sangramento continuar, a operação deve ser repetida. Se o sangramento persistir, a vítima deve ser levada para o hospital.
  7. O sangramento na boca ocorre geralmente pelos dentes da vítima ou após queda ou pancada. A pessoa deve ficar sentada e, com um chumaço de gaze, ela deve apertar a parte afetada entre os dedos por cerca 10 minutos. Persistindo o sangramento, como em outras situações, ela deve procurar orientação médica.

E se o corte for em uma artéria?

No caso de corte em artéria, de acordo com Hilton Waksman, cirurgião vascular do Hospital Israelita Albert Einstein, deve-se fazer uma compressão local com um pano limpo (gaze ou outro tecido estéril, se houver). “Compressão esta que deve ser o suficiente para controlar o sangramento, mantendo-a até o atendimento médico adequado. Não se deve fazer garrote, particularmente em membros (superiores ou inferiores), pois os mesmos podem provocar piora do quadro”, acrescenta.

Mas lembre-se: as medidas valem apenas como primeiros socorros e em casos de pequenos sangramentos. Em casos mais graves, ou ainda, se o sangramento não cessar, busque ajuda médica o mais rápido possível.

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br/7-maneiras-de-controlar-um-sangramento-pequeno/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s