O que significa a displasia mamária?

Este tipo de alteração nas mamas incomoda muitas mulheres, mas não é considerada uma doença. Saiba mais

Displasia mamária: esse termo, dado a alterações nos seios como dores e inchaços, pode até assustar as mulheres, mas não deveria. “Muita gente associa esses sintomas a um pré-câncer, mas não há relação alguma com a doença. A displasia não é considerada uma patologia, mas sim, um desenvolvimento exagerado das mamas que ocorre em mulheres com pré-disposição genética”, diz o mastologista Luiz Henrique Gebrim, da Unifesp.

Como explica o mastologista Felipe Andrade, do Núcleo de Mastologia do Hospital Sírio-Libanês, a displasia é bastante comum durante o período pré-menstrual. “Cerca de 10 dias antes de menstruar, a mulher pode sentir dor e perceber alguns pequenos caroços e inchaço na mama. “Geralmente, esses sintomas desaparecem após o fim da menstruação”, diz o médico. E quando o inchaço incomoda muito? “Neste caso, o médico pode receitar antiinflamatórios, analgésicos ou medicamentos à base de ácido gamalinolênico para aliviar as dores”, diz.

Se depois do fim do período menstrual a mulher ainda sentir algum caroço ou secreção espontânea nos seios, a indicação é procurar um ginecologista ou mastologista, que indicará os exames necessários. “A mamografia deve ser feita a partir dos 35 anos. Mas se a mulher tem histórico de câncer, esse exame deve ser realizado ainda antes”, afirma Andrade. ,

Auto-exame
A hora do banho é ideal para realizar o auto-exame das mamas. “Com o sabão, as mãos deslizam mais facilmente pelas mamas; assim, a mulher pode perceber se está com algum caroço”, explica Andrade. Os toques devem percorrer todo a mama de maneira circular. Antes de entrar no banho, porém, é preciso observar pelo espelho se os seios estão simétricos, se apresentam mudanças de cores ou se ocorreu algum tipo de retração
Câncer de mama
De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCa), o câncer de mama pode atingir mais de 49 mil mulheres este ano no Brasil. Em junho, uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha para a Federação Brasileira das Entidades Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) avaliou o conhecimento das mulheres sobre essa doença e constatou que ainda há muita falta de informação.Apesar de reconhecer que a avaliação precoce aumenta a possibilidade de cura, muitas mulheres desconhecem a mamografia como a melhor forma de diagnóstico.

Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI6745-10510,00-O+QUE+SIGNIFICA+A+DISPLASIA+MAMARIA.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s