10 passos para um parto tranquilo!

Dicas simples e alguns cuidados podem ajudar a gestante a se preparar para este momento único

pregnant woman reading book at home

O encontro da mãe com seu bebê depois de nove meses na barriga é um momento de fortes emoções. E fica ainda mais especial se a gestante tiver um parto tranquilo. Para que a mulher tenha uma boa experiência e se sinta segura em suas escolhas, é fundamental que ela se prepare durante a gestação. Veja a seguir dez dicas para conseguir um parto mais calmo e feliz:

1. Conheça suas opções

De início pode parecer que só há o modelo habitual, em que as crianças nascem na tradicional sala hospitalar. Mas, investigando um pouco mais, encontramos hospitais no Brasil que oferecem salas de parto humanizado, com banheira para o parto na água, ambientes mais aconchegantes, equipados com acessórios como a banqueta que permite à mulher experimentar a posição vertical, em vez de permanecer o tempo todo deitada. Se a ideia do hospital não lhe agrada, considere as casas de parto e mesmo a realização de partos domiciliares com enfermeiras obstétricas, obstetrizes ou parteiras urbanas. O importante é estar confortável com sua decisão.

2. Leia

Os livros e a internet ajudam a mãe de primeira viagem a entender o que a espera: como reconhecer uma contração, o que são pródromos (falso trabalho de parto), o papel do companheiro, os cuidados com o bebê recém-nascido, etc. A literatura sobre o assunto é ampla e pode deixar a mulher mais confiante.

3. Encontre apoio

Agora que você já sabe como quer que seja seu parto, é preciso se cercar de pessoas que possam verdadeiramente ajudar quando seu bebê estiver chegando: o marido, uma doula (ajudante de parto) que cuide de você antes e durante o trabalho de parto, futuras avós que topem fazer a comida ou ficar com os filhos mais velhos. É hora de formar uma rede de apoio para estar bem tranquila durante o parto.

4. Faça um Plano de Parto

Durante o trabalho de parto, a gestante deve ser minimamente incomodada, pois precisa de tranquilidade para a chegada do bebê acontecer sem dificuldades. O Plano de Parto é uma opção de documento que a futura mãe pode fazer, muitas vezes em parceria com seu obstetra, em que ficam anotadas suas preferências de conduta, como gostaria de ser tratada, medicações que prefere e outros detalhes para que nada precise ser discutido na hora.

5. Converse

Ficar em casa sozinha, imaginando como será o parto, pode gerar ansiedade e até alimentar alguns medos. Por isso, é boa pedida frequentar rodas de conversa sobre o assunto e grupos de gestantes, ou marcar encontros com amigas que tiveram boas experiências de parto.

6. Mexa-se

A atividade física é altamente benéfica durante a gravidez. Hidroginástica, caminhada ou Yoga o importante é manter-se ativa para liberar endorfina. A prática constante aumenta a intimidade com o corpo grávido, e alguns exercícios, como os agachamentos, ajudam a soltar a musculatura pélvica. Massagear o períneo com óleo também é ótimo para preparar a região para o parto.

7. Alimente-se bem

A boa alimentação durante os nove meses aumenta as chances de uma gestação saudável e de um parto sem complicações. Quando sentir as primeiras contrações, aproveite para comer algo leve e beber líquidos como água de coco. Isso vai garantir uma reserva de energia na hora da chegada do bebê.

8. Desprenda-se de datas

Toda mãe imagina o exato dia em que o filho vai nascer, e, às vezes, há a torcida da família por um ou outro dia do mês. No entanto, é bom lembrar que a DPP (data provável de parto), informada às grávidas nas ultrassonografias, é apenas uma estimativa. A gravidez dura aproximadamente 40 semanas, podendo se estender por mais duas semanas (na chamada gestação prolongada) ou acabar antes da data esperada, se o bebê for apressado. Para não ficar ansiosa, procure não dar atenção ao calendário, pois o que vale é o tempo do seu bebê.

9. Entregue-se

Em um mundo altamente tecnológico e de mil tarefas, pode ser difícil abandonar o controle racional para vivenciar um processo como o trabalho de parto. Mas você já se preparou, estudou, planejou e cercou-se das pessoas certas. Então chegou a hora de esquecer a bagunça da casa, o relógio, as obrigações e os e-mails para relaxar e se entregar à natureza do nascimento.

10. Confie

Muitas mulheres relatam sentir medos relacionados ao parto. Algumas temem a prematuridade; outras, o risco de não ter dilatação. Há ainda a influência negativa de mitos em relação ao perigo do parto, como o bebê se enrolar no cordão umbilical ou não querer nascer. Esses pensamentos podem minar a autoconfiança da mulher. O segredo é desligar-se das interferências e acreditar na sua capacidade de parir. Se bater alguma dúvida, por mais absurda que possa parecer, não hesite em conversar com seu médico. Sem medos, o parto tem tudo para ser uma experiência linda para mãe e bebê. .

Fonte do Site: http://mamae-e-bebe.bebe.abril.com.br/10-passos-para-um-parto-tranquilo/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: