15 dicas de atividades para o Dia das Crianças

Você já sabe o que vai fazer neste dia das crianças? Confira algumas dicas e programe-se para passar o feriado ao lado dos filhos.

Caixa que é caverna. Sabugo que é boneco. Tintas que transbordam do papel e dão asas à imaginação. Brincar é sinônimo de ser criança. É também sinônimo de descobrir, inventar, aprender e imaginar. E os pais não só podem, como devem entrar junto na brincadeira!

Então, vamos entrar juntos nessa brincadeira? No dia 12, vale tudo, inclusive se atentar à programação da sua cidade. Uma dica é que as crianças amam surpresas e nada melhor do que surpreendê-las no dia delas. Que tal escolher um restaurante diferente para comer, ou conhecer um parque que o seu filho sempre quis ir mas nunca deu tempo? Decidir juntos o destino também é uma possibilidade! O importante é se programar para aproveitar ao máximo. Se a ideia for passar esse tempo em casa, o leque de atividades também é enorme. Selecionamos algumas para te inspirar!

  1. Teatro de fantoches

Histórias ajudam a estimular a imaginação e favorecem o mundo lúdico da criança, o que é superimportante. No teatro de fantoches, a criatividade vai comandar o espetáculo. Os atores podem ser bonecos confeccionados ou até meias customizadas. Os adultos podem começar a contar a história. Depois, as posições se invertem e os filhos inventam seus próprios enredos.

  1. Desenho maluco

Separe folhas de papel, canetas coloridas, tintas, pincel e deixe a imaginação tomar conta. Ao final da atividade, vale expor as obras-primas em uma galeria de arte da família. Vocês vão concluir que a casa só tem artistas!

Para quem quiser ir além, existe o jogo chamado Desenho Maluco. Nessa brincadeira, cada participante recebe uma folha em branco. O primeiro passo é desenhar uma cabeça no alto da folha. Depois, dobram-se os papéis e as folhas são trocadas entre os participantes. Em seguida, cada participante continua o desenho na folha que recebeu. Repetindo as instruções, as folhas são novamente trocadas. Assim, cada criança desenha uma parte, da cabeça aos pés. No fim, abra os papéis e veja os desenhos que se formaram. Com certeza, vão ficar muito divertidos, com direito a cada participante deixar a sua marca neles.

Children playing with colorful blocks building a block tower

  1. Mãos na massa

Quem não gosta de brincar de massinha? O melhor dela é que pode ser feita em casa. Você só vai precisar de uma xícara de sal, quatro de farinha de trigo, uma xícara e meia de água, três colheres de sopa de óleo e corantes alimentícios das cores que preferir. Depois, é só misturar tudo e, literalmente, colocar as mãos na massa!

  1. Imaginação no comando

Sabe aquela caixa de papelão sem uso e jogada na dispensa de casa? Você tem um grande aliado para a diversão em família e nem sabia! Com um pouco de cor, traços e, lógico, criatividade, ela pode ser transformada em avião, carro , casa, e o que mais a imaginação permitir.

O mesmo vale para as revistas e gibis antigos. Essas folhas podem virar aviões de papel ou barcos à vela com simples dobraduras. A largada será dada e, pelos ares ou pelas águas, a família vai fazer suas apostas para os vencedores das corridas e a diversão será garantida!

  1. Revirando o baú

Chegou a hora dos pais relembrarem as brincadeiras da época deles. Bolinha de gude, peteca, jogo de varetas, banco imobiliário… Segundo Raquel Luzardo, mãe de Gabriel e fonoaudióloga, as crianças tem muito interesse em saber como os pais eram quando criança. Assim, ao mesmo tempo em que os pais tem a oportunidade de ter uma lembrança gostosa da época de infância, os filhos criarão uma conexão muito forte.

  1. Telefone sem fio

Para essa brincadeira, todo mundo deve ficar em círculo. O primeiro participante cria uma mensagem e fala no ouvido do próximo. A mensagem vai passando adiante e cada um vai dizendo o que entendeu. A última pessoa será quem vai repetir, em voz alta, o que ouviu. O desafio é descobrir se a mensagem permaneceu a mesma do começo ao fim. Alerta: essa brincadeira pode render várias gargalhadas.

  1. Batata quente diferente

Essa brincadeira é proposta por Raquel e a gente amou a ideia. Usaremos o celular, mas de um jeito inusitado. A brincadeira consiste em sentar em roda e programar a opção de foto do celular no timer. Iniciada a contagem regressiva para o clique, o celular servirá de batata quente e passará de mão em mão. Quando o tempo se esgotar, a foto não deixará mentir quais mãos foram as últimas. Depois da brincadeira, vale sentar junto e se divertir com as fotos que ficaram registradas.

kids-with-colorful-shoes-children-footwear-picture-id859156946

  1. Quem sou eu?

Para esse jogo, são necessárias habilidades de detetive! Os jogadores devem também estar em roda. Cada um escolhe o nome de um personagem de filme, desenho, artista, ou mesmo alguém do convívio deles, escreve num papel e gruda na testa do participante da direita, sem que ele veja. Cada criança faz perguntas para os outros jogadores sobre o que ela é. Por exemplo: “eu sou uma mulher?”. E os jogadores só podem responder sim ou não. Cada um tem uma chance de tentar adivinhar.

  1. Stop!

No Stop!, a família definirá em conjunto categorias de cores, animais, carros, cidades, entre outras. A partir do que foi escolhido, todos escrevem as categorias em um papel. Escolhida uma letra, todos preenchem a folha, de acordo com as categorias, com palavras que comecem com a letra escolhida. Aquele que acabar primeiro grita “Stop!”. O jogo pode acontecer de forma individual, mas pensar junto e dividir a família em equipes é mais divertido.

  1. Um, dois, três, ação!

Em pedaços de papel, escreva nome de filmes, atores, ações. Eles devem ser sorteados entre os participantes. Um  representante da equipe deve fazer com que os outros descubram o que ele tirou. Mas o desafio se dá ao passo de que ele não pode falar ou emitir sons, apenas gesticular. A mímica vai entrar em ação! Quem se sairá melhor?

  1. Alerta cor

Essa brincadeira pede um espaço grande! Uma pessoa é escolhida para ser o pegador e os demais ficam espalhadas pelo cômodo. O pegador diz “alerta cor!” e os demais perguntam “que cor?”. O pegador, então, escolhe uma cor e todos deverão tocar em algo dessa cor para ficarem salvos, caso contrário, poderão ser pegos.

  1. Acampamento 

As crianças amam acampamento! Podem ser usadas barracas de verdade ou improvisar com cadeiras, lençol. almofadas e coisas que temos em casa. O lugar do camping escolhido é a própria sala de casa e todo mundo ajudará a montar as barracas.

  1. Pique-nique

Nesse dia, o jantar vai acontecer de uma forma diferente! É só estender uma toalha no chão da sala e todo mundo vai ser convidado a comer ali mesmo. E o cardápio também pode ser escolhido em conjunto. Entre sanduíches, frutas e sucos, a criança pode ajudar na preparação.

expressokids

  1. Memória dos objetos

Essa atividade é para exercitar a memória. Objetos da cozinha, do quarto ou os próprios brinquedos do seu filho podem ser usados. O primeiro passo é separar 10 objetos. Assim, a criança terá que observá-los por um tempo determinado. Os pais são os responsáveis por tirar um e deixar a criança perceber o que sumiu.

Escolher um cômodo da casa também pode ser uma opção. Agora, a criança deve olhar durante um minuto para a disposição dos objetos no cômodo escolhido. Depois, terá que descobrir o que mudou de lugar. Os papéis também podem se inverter e a criança comandar a brincadeira e alterar o lugar dos objetos.

  1. Caça ao tesouro

O tesouro está escondido e o mapa do pirata é a própria casa! Todas as pistas estarão espalhadas e farão todo mundo quebrar a cabeça para pensar em conjunto. Como recompensa, as crianças vão ganhar abraços, beijos e muito carinho.

Fonte do Site: https://paisefilhos.uol.com.br/crianca/15-dicas-de-brincadeiras-e-atividades-para-o-dia-das-criancas/

Anúncios

Como fazer uma bolsa para compressa

Temperatura certa!

Ter uma bolsa para fazer compressa quente em casa ajuda muito. Esse item pode ser utilizado para acalmar bebês com cólica, relaxar músculos, aliviar a dor provocada por lesões em crianças e adultos e diminuir a cólica menstrual, por exemplo. É importante ficar atento à temperatura e ao tempo de aplicação, principalmente com a pele delicada das crianças, que não deve ficar em contato direto com o objeto. Caso você não tenha este acessório, é possível improvisar usando coisas que certamente tem em casa, como uma meia de algodão e arroz cru. Veja como fazer:

PASSO 1: Preencha uma meia grossa de algodão com arroz cru. Não deixe muito cheia, para que você possa movimentar os grãos.

PASSO 2: Amarre a extremidade aberta do tecido com uma tira. O feho tem que ficar bem firme, par que o conteúdo não escape.

PASSO 3: Leve a meia ao micro-ondas por cerca de um minuto. Se quiser fazer compressa fria, deixe no congelador por 45 minutos.

PASSO 4: Aplique no local desejado. Para limpar sua compressa, remova a tira, esvazie o conteúdo e lave a meia normalmente. Se não quiser esperar ela secar, é só usar o outro pé.

Fonte: Revista Pais e Filhos

Teste: Você domina a arte de ser pai?

Não há respostas erradas, veja se você está conseguindo lidar com essa tal de paternidade.

1. Como você conseguiu aquela mancha na sua blusa favorita?

a) Projétil lançado na hora do almoço.

b) Separou briga de pincéis com tinta.

c) Banho de suco de uva foi desonesto.

d) Qualquer uma das opções acima.

2. Por que você acabou de entrar na cozinha?

a) Pegar café?

b) Fazer o almoço de alguém?

c) Pegar a escova de cabelo?

d) Se ficar tempo suficiente ali, lembrará.

3. O que foi esse barulho?

a) Ratos raivosos. Ou crianças?

b) Que barulho?

c) Dois meninos brincando do que eles chama de “jogo do ai”.

d) Ah, eles ficarão bem.

4. O que está na agenda de hoje?

a) Natação, futebol, inglês, reunião caseira para decidir a viagem de carnaval, encontro com amigos.

b) Planejar como escapar da reunião para decidir o Carnaval, para aproveitar mais o encontro com os amigos.

c) Negociar caronas para a natação e futebol depois de lembrar que você é o organizador de todas as viagens. 

d) Pera. Viagem de carnaval? 

5. Como você e sua parceira decidem quem levará o filho para a festa de aniversário no buffet?

a) Vocês tem um sistema de plantas para determinar o potencial enlouquecedor de cada festa e dividem a soma igualmente.

b) Torneio de guerra de dedões.

c) Quem leva as crianças às festas está liberado das idas ao dentista e cabelereiro.

d) Você vai. Você ama festas infantis!

6. Quem começou?

a) Ele.

b) Ela.

c) Você?

d) Não sabe. Você estava na cozinha.

Por algum motivo.

RESULTADO 

*Se você respondeu a essas perguntas em uma espreguiçadeira enquanto seus filhos preparavam um delicioso jantar após terem limpado toda a casa…

Parabéns! Você dominou a paternidade. Agora não diga a ninguém.

*Se você respondeu enquanto estava sentado na primeira fila de uma apresentação escolar…

Claro que você é a multitarefa! Mas é hora de deixar teste do lado e levantar o iPad para gravar a apresentação. Assim, o pai atrás de você não conseguirá enxergar nada.

*Se você respondeu enquanto estava sendo amarrado a uma cadeira pelo seus filhos porque você é a o pirata que eles capturaram…

Ao menos você tem uma boa desculpa para não ter que ir à festa.

*Se você respondeu que ama festas infantis…

Você não é pai ou mãe. De alguma forma você encontrou esse teste, viu aquela pergunta e pensou: “ei! Eu gosto de festas. Eu gosto de crianças”.  Mas gostar desses tipos de festa significa apreciar uma instalação úmida que cheira a repolho e onde você recebera como prêmio final um saquinho cheio de balas e uma bexiga em formato de espada, que te dará uma dor de cabeça imediata. O amor por festas infantis é o item número um que separa adultos de crianças.

*Se você pegou esse teste enquanto estava em casa com dor de cabeça depois de uma festa infantil…

Sentimos muito. Agora encontre café e volte ao trabalho. A viagem do carnaval não se programará sozinha.

Fonte: Revista Pais e Filhos

Cuidados ao vestir o recém nascido

Quais roupas escolher, como colocá-las nos bebê e outros cuidados que devem ser tomados

Fonte da Imagem: gravidez.online

Alguns cuidados devem ser tomados no momento de vestir seu bebê, o primeiro cuidados é relacionado ao local. A troca de roupas ficará muito mais fácil se você colocar o bebê no colo enquanto troca a parte de cima. Comece pela parte de cima, região onde pode ocorrer maior perda de calor no bebê. Depois, deite o bebê na cama ou no trocador e coloque a parte de baixo.

Caso você vá vestir seu bebê em um macacão, coloque primeiro as perninhas, puxando o tecido pelas pernas do bebê, e depois passe parte a parte superior.

Quando for vestir o seu bebê, o apoie em seu colo, estique o colarinho do bebê e passe pela cabeça dele. Use seus dedos para manter o colarinho afastado e evitar que encoste no rosto e orelhas do bebê.

Não tente empurrar o braço do seu bebê através da manga. Em vez disso, coloque a sua mão na manga do lado de fora, segure a mão de seu bebê e puxe-o completamente.  Quando despir o seu bebê, retire uma manga de cada vez enquanto você apoia as costas e a cabeça do seu bebê. Em seguida estique o colarinho deixando o rostinho e as bochechas do seu bebê livres.

A não ser que esteja quente, mais de 24 graus, a orientação é vestir o seu recém-nascido com uma série de camadas de roupas para mantê-lo quente. Primeiro, é interessante vestir o bebê com uma camisetinha, e a fralda, claro. Seguido pelas roupinhas e enrolando o bebê em um cobertorzinho. Bebês prematuros podem precisar ainda de uma camada extra de roupas, pelo menos enquanto seu peso não se equipara ao dos demais bebês.

Veja os cuidados ao escolher a roupas do bebê que facilitam sua vida:

– Opte por roupas com aberturas na frente ao invés das costas;

– Opte pode roupas com aberturas na região das pernas que facilitem a troca de fraldas;

– Escolha roupas com mangas mais soltas para que suas mãos possam passar por elas na hora de puxar o bracinho do pequeno ao vesti-lo;

– Evite fitas, cordas ou qualquer outra coisa que possa causar o sufocamento do bebê;

– Opte por roupas com tecidos mais elásticos que não apertam.

Enrolar o bebê no cobertor ajuda a deixá-lo mais tranquilo, fazendo com que ele se lembre da segurança do útero. Faça assim: coloque o cobertor em forma de diamante e coloque o bebê em cima, com a cabeça para fora da parte mais larga, de modo que os pezinhos ficam na ponta. Dobre a ponta direita e coloque-a em torno do lado esquerdo do bebê, deixando apenas o braço esquerdo do pequeno de fora. Depois, pegue a ponta do cobertor, traga para cima e coloque-a no peito do bebê. Por fim, dobre o lado esquerdo e coloque a ponta sob o bebê. Pronto! Porém, não deixe seu bebê dormir desta forma, pois isto aumenta o risco de morte súbita.

Fonte do texto: bebemamae.com

A escolha do berço é fundamental na decoração do quarto do bebê

De acordo com profissionais em decoração para quarto de bebê, a mobília deve ser composta por elementos essenciais, como o guarda-roupa para melhor organizar vestuário e brinquedos, poltrona para o momento da amamentação, colchão e berço de ótima qualidade para garantir maior conforto e tranquilidade na hora o sono.

Conforme a fala dos especialistas, o local onde o novo integrante da família ficará instalado deve transmitir paz e aconchego, principalmente no horário em que a mãe vai amamentá-lo e pôr para dormir. Esses são momentos extremamente importantes à saúde do bebê.

Cores

Quanto às cores, o ideal é optar por tons mais claros, tornando o espaço mais confortável e transmitindo tranquilidade à criança, além de combinar com outros tons e também com a mobília.

Portanto, se os lustres forem fazer parte da decoração, o melhor é que as luzes sejam amarelas simetrizáveis a fim de conter a intensidade, ou poderá optar por um abajur, que não permite ao recém-nascido ter contato direto com a luz. Evite pôr eletrônicos no quarto, pois deixam a criança impaciente.

A importância de comprar a mobília do quarto do bebê no lugar certo

É primordial saber onde irá comprar a mobília e os itens que irão compor a decoração. Antes de ir às compras, é importante tirar as medidas do espaço a ser decorado para ter certeza de qual o estilo de mobília será adaptável ao local. Principalmente, se for pequeno, é preciso deixar livre a área de circulação.

A TulipaBaby é uma empresa que conta com dois estilos de berços multifuncionais para garantir a comodidade e o conforto dos pequenos, além de permitir melhor aproveitamento do espaço.

O primeiro modelo é o Berço Multifuncional Avelã, que conta com a flexibilidade de se transformar em uma escrivaninha para estudo e em uma cama de solteiro. Ele pode ser utilizado até os cinco anos de idade da criança, não sendo preciso comprar outro móvel.

Já a Linha Kaike Avelã conta com móveis que permitem armazenar produtos de higiene e objetos decorativos, entre outros. O berço conta com a funcionalidade de se transformar em uma minicama, garantindo melhor conforto e sono tranquilo à criança.

Decoração do quarto TulipaBaby

A gestação é um momento muito especial para o casal, cheio de emoções e expectativas, e uma delas é a decoração do quarto do bebê. É importante que o local seja aconchegante tanto para a criança quanto para a mãe, uma vez que passarão grande parte do tempo juntos.

Para ajudar os pais nesse momento tão especial da vida, a TulipaBaby separou dois modelos de decoração de sua linha especial para quarto de bebê.

As peças multifuncionais fazem os espaços menores parecerem maiores. Isso é possível por serem móveis compactos e ajustáveis em qualquer local, mesmo que sejam casas ou apartamentos com cômodos pequenos. Isso permite que a família viva confortavelmente.

É importante não fechar negócio sem antes consultar empresas que sejam especializadas em decoração, que trabalhem com produtos confiáveis, tenham comprometimento com os prazos de entrega e, principalmente, zelem pelos direitos dos seus clientes como consumidores.

A TulipaBaby é uma empresa especializada em decoração e trabalha com móveis em diferentes modelos para todos os estilos de ambientes, como o quarto para bebê, e também com muitas outras peças multifuncionais.

Fonte do Texto: Consultoria Digital

Cuidados para a primavera: catapora e as reações alérgicas provocadas pelo pólen das árvores

A primavera é uma estação que tem como uma das características o aumento na liberação do pólen pelas árvores. A circulação em grande quantidade desse pólen podem desencadear reação alérgicas nas pessoas que já sofrem ou têm predisposição para a doença. O resultado é um aumento natural na procura por atendimento médico de pessoas com crises de asma, rinite alérgica e dermatites. Além do pólen, fatores como o clima seco, que perdura nos dias iniciais da estação, e a poluição intensificam a recorrência e intensidade dos sintomas da alergias como tosse seca, coriza hialina, espirros, obstrução nasal, coceira nasal e/ou ocular, lesões na pele, dificuldade para respirar e aumento da frequência respiratória.

Nesta época do ano também é comum ocorrer um aumento da circulação do vírus Varicela Zoster, causador da catapora, uma doença que também pode evoluir com formas graves e interferir na qualidade de vida da criança e dos familiares que convivem no mesmo ambiente. Por ser uma doença altamente contagiosa, os indivíduos infectados precisam ser retirados do convívio social e ficar em isolamento total por até 14 dias. Gestantes, bebês, idosos e as pessoas com sistema imunológico debilitado ou que nunca tiveram catapora fazem parte do grupo que requer maior atenção e cuidados. As vacinas disponíveis contra vírus Varicela Zoster são a Varicela (isolada) e a Tetra Viral (vacina combinada com uma única picada contra Sarampo/Caxumba/Rubéola/Varicela). A recomendação da Sociedade Brasileira de Imunizações (SMIM) é que sejam tomadas duas doses. A primeira com 12 meses e a segunda 3 meses após a primeira dose. Uma única dose da vacina contra varicela confere proteção de aproximadamente 93%, chegando a 99% com a segunda dose.

Entre as medidas importantes não só para o tratamento da catapora como também para prevenir as crises alérgicas causadas pelo pólen ou outros fatores estão:  

– Promover, estimular e incentivar o Aleitamento materno;   

– Não fazer a introdução precoce (antes dos 4 meses de vida) de alimentos sólidos;  

– Controlar a exposição à fumaça de cigarro, mesmo que passiva;  

– Evitar tabagismo durante a gestação e após o nascimento do bebê;  

– Manter o controle ambiental com o mínimo de possíveis acumuladores de pó no domicílio; 

– Remover o lixo domiciliar diariamente; 

– Limpar regularmente o aparelho de ar condicionado;  

– Evitar cobrir o piso com tapetes e carpetes;  

– Evitar o uso de papéis de parede, cortinas e outros acumuladores de pó;

– Encapar colchões e travesseiros com capas anti-ácaro;

– Evitar varrer a casa com vassoura. Prefira o pano úmido, pelo menos uma vez ao dia;

– Fazer lavagem nasal com soro fisiológico pelo menos uma ou duas vezes ao dia; 

– Fazer inalação com soro fisiológico;

– Manter o ambiente domiciliar umidificado e ventilado;  

– Manter a VACINAÇÃO em dia!  

Fonte do Site: http://www.guiadobebe.com.br

Vacinação

Vacinar seu filho é um método de prevenção extremamente eficaz e seguro. Algumas mães optam por não vacinar e os médicos afirmam que esta não é a melhor opção.

Quais são as principais vacinas?

Existem dois calendários de vacina: público e privado. A rede pública oferece o suficiente para suprir a necessidade da nossa população, mas algumas vacinas os pacientes só encontram no sistema privado. De um modelo geral as vacinas essenciais são: tríplice viral, bacteriana, antipneumocócica, meningocócica, hemófilos, hepatite B e A (após um ano), a vacina contra a gripe (após seis meses) e a poliomielite. Algumas vacinas, não citadas, estão disponíveis em áreas endêmicas.

Qual sua opinião sobre não vacinar as crianças?

Gravíssimo. Existe um movimento antivacina na Europa e Estados Unidos, porque surgiram alguns estudos de um pesquisador que relacionava a vacina com autismo. Depois descobriram que o estudo era uma fraude. Você deixar de vacinar seu filho pode ser arriscado, porque essas doenças podem apresentar um risco grande de mortalidade.

Há diferenças entre as vacinas da rede pública e a particular?

Em termos de qualidade não. A diferença é que a privada tem algumas vacinas que a pública não dispõe.

O que fazer caso haja alguma reação à vacina?

Na maioria das vezes a reação é local. Nestes casos se a criança apresentar dor ou febre, você pode oferecer um antitérmico, analgésico ou fazer compressa na região da picada. Não costumam durar mais que sete dias, se passar disso, procure o médico.

Há um surto de febre amarela no Brasil. É aconselhável vacinar?

Alguns hospitais estão começando a vacinar em áreas urbanas por prevenção. É importante, mas sem criar pânico. Não podemos deixar de lembrar que vacinação é um método de prevenção extremamente eficaz e seguro. Não deixe de vacinar seu filho.

Fonte: Revista Pais e Filhos – Por: Daniel Wagner, coordenador da infectologia clínica do Hospital da Criança, unidade do Jabaquara.

Iluminação exclusiva TulipaBaby

Apresentamos modelos de cúpulas e luminárias que decoram e iluminam com estilo! 

Um dos pontos mais importantes do projeto do quartinho de bebê é a iluminação. Através dela podemos criar um ambiente mais acolhedor e tranquilo, favorável ao sono do bebê e confortável para a mamãe na hora da amamentação. As luminárias e cúpulas da TulipaBaby são exclusivas e, além de iluminar, decoram com muito estilo.

Discretas e funcionais, as luminárias podem acompanhar o layout do quarto durante o crescimento do bebê, pois são modelos versáteis e se adaptam a diversos estilos de decor. A luminária monograma é produzida em madeira reflorestada, com face em acrílico leitoso e possibilita a aplicação da inicial do nome do bebê. A Luminária coelho é voltada para decoração de quartinho de menina, com estrutura em formato de caixa de madeira reflorestada, face em acrílico leitoso, aplicação de nariz de coelho em formato de coração e orelhas peludinhas com paetê.  Once upon a time pode decorar quartinhos de ambos os sexos, com estrutura em formato de caixa de madeira reflorestada e face em acrílico leitoso com impressão em tinta atóxica Já as cúpulas se harmonizam com todos os demais elementos do quartinho, e são desenvolvidas em 100% algodão.

As linhas exclusivas de cúpulas e luminárias para quartinhos de bebê estão disponíveis para venda através do nosso site www.tulipababy.com.br!

6 ideias de papel de parede para quarto infantil

Papel de parede infantil

Pensar na decoração do quarto de uma criança é sempre um desafio que merece atenção especial, pois é ali que os pequenos passam grande parte do dia brincando e aguçando a criatividade. Escolher um papel de parede para quarto infantil é uma das etapas da decoração, já que esse acessório é o que ajudará a trazer vida ao cômodo.

Para auxiliar você nessa missão, hoje vamos falar um pouco mais da importância de decorar o quarto infantil e também dar algumas ideias de papel de parede que farão toda a diferença nessa parte da casa. Continue e leitura e comece a se inspirar!

A importância da decoração no quarto infantil

Muitas pessoas ainda podem pensar que investir na decoração do quarto da criança não passa de um capricho, que ela crescerá logo e rapidamente será preciso modificar tudo novamente. Porém, é preciso repensar essa máxima e começar a entender que a decoração não é algo supérfluo, mas sim importante até para o desenvolvimento da criança.

A partir do momento em que se pensa nos elementos do quarto infantil, também se começa a imaginar sobre acessórios e peças que estimularão a criatividade do pequeno e trarão cores e elementos visuais para entretê-lo e diverti-lo.

Por isso, decorar o quarto com peças lúdicas, móveis seguros, tapetes e papéis de parede vai muito além de querer deixar o cômodo bonito. É uma forma de amor para com a criança e de já começar, desde cedo, a estimular a criatividade, a coordenação e também a responsabilidade de cuidar do seu próprio espaço, já que quando se está em um lugar bonito a tendência é sempre querer preservá-lo arrumado.

Ideias de papel de parede para quarto infantil

Agora que você já sabe da importância de investir em um bom papel de parede, que tal começar a pensar em algumas ideias para o quarto dos seus filhos? Abaixo, você confere algumas sugestões que caem muito bem nesse ambiente.

1. Natureza

A natureza é muito relaxante, não é? Por isso, ter um pedacinho dela no quarto deixa tudo com um ar mais natural e ainda dá um toque a mais na decoração. Folhas, flores e animais são algumas das estampas que podem servir para esse tema.

Além de lindas, as estampas da natureza chamam a atenção dos pequenos e são ótimas tanto para distrair quanto para ajudar a pegar no sono, já que não têm cores fortes e chamativas.

2. Balões

Essa é uma das estampas mais pedidas quando o assunto é papel de parede para quarto infantil! Os balões são a cara da infância: divertidos e coloridos, estão sempre no ar, ajudando a aguçar a criatividade e podendo até entrar no meio das brincadeiras dos pequenos.

É possível escolher entre várias cores desse tipo de estampa e combiná-la com o restante da decoração no quarto. O melhor de tudo: os balões podem acompanhar desde o quarto do bebê até quando a criança ficar mais velha, servindo para meninas e meninos, basta escolher a cor que agrada mais!

3. Listras

As listras são um clássico de qualquer decoração e quando se fala de quarto de criança não é diferente. Divertidas e coloridas, é possível optar por um tom só ou por vários, deixando o ambiente cheio de cor!

Você pode colocar listras no quarto do bebê, da criança e até no do adolescente ou do adulto. É um papel de parede muito versátil, que muda totalmente sua proposta de acordo com os móveis do cômodo. Então é uma ótima maneira de aproveitar a decoração sem precisar trocar tudo conforme a criança crescer.

4. Mapas

Esse é um exemplo de estampa muito criativa e lúdica. Reservar uma parede do quarto para colocar um papel de parede com um mapa com todos os países ajudará muito na sua evolução e no aprendizado. O contato prévio com esse tipo de informação deixa a criança familiarizada e informada desde cedo com a geografia.

Além de ser divertido, a estampa de mapas pode ajudar também na hora dos estudos, naquela fase da escola em que se aprende os países. Se a família gostar de viajar, pode ser uma ótima introdução ao tema brincar de encontrar os lugares que eles já visitaram, por exemplo, e onde pretendem ir nas próximas férias.

5. Geométricas

As estampas geométricas para papel de parede de quarto infantil também são uma ótima pedida. Elas podem ser de uma forma só ou com vários formatos. Essa também pode ser uma opção educativa, já que a criança pode aprender todas as figuras olhando para a parede do quarto.

Existem várias opções de papel de parede com estampa geométrica. Eles estão muito em alta não só para quartos infantis, mas também para os quartos de adultos, salas e banheiros. Ou seja, é uma aposta certa na modernidade e na inovação dentro de casa!

6. Cores em tom pastel

Pode ser em papel estampado ou liso, mas as cores pastel são as mais indicadas para o quarto infantil, você sabia? Esses tons trazem mais paz e acalmam, ou seja, são ótimos para ajudar seu pequeno a pegar no sono durante a noite ou ficar mais calmo em um momento de choro ou irritação.

Optar por tons pastel dentro do quarto também ajuda na hora de combinar com o restante da decoração do cômodo, já que essas cores são mais neutras e fáceis de serem adornadas por móveis, tapetes e mantas que compõem o quarto infantil. É uma ótima pedida, inclusive, se a ideia é deixar esse papel de parede por alguns anos, já que não tem restrição de idade, é atemporal.

São muitos os tipos de papel de parede para quarto infantil, não é? As opções nunca deixam o quarto cair no mais do mesmo e sempre trazem aquele toque divertido que é imprescindível num quarto de criança. Uma dica para que tudo fique como você planejou é sempre contar com profissionais confiáveis para instalar o papel de parede e procurar por fornecedores que tenham os materiais de melhor qualidade para a segurança do seu pequeno.

E então, já decidiu qual será a alternativa escolhida para o quarto das crianças? Confira em nosso site as excelentes as opções e garanta uma nova decoração para esse ambiente tão especial da sua casa!

Fonte do Site: https://blog.housed.com.br/veja-aqui-6-ideias-de-papel-de-parede-para-quarto-infantil/

Rituais de sono para bebê


Bem relaxado no mundo dos sonhos

O seu bebê não quer dormir?
Ou só quer quando você tem planos completamente diferentes?
Uma coisa sempre ajuda: ficar relaxado.

O sono é uma necessidade natural que faz bem e traz alegria desde que não se torne uma obrigação irritante. Deixe que o seu bebê também sinta isso e torne a ida para a cama um prazer comum!

Rituais para adormecer fazem bebês felizes e cansados

Rituais para adormecer não só contribuem para o relaxamento, mas podem ser muito valiosos para a relação entre pais e filhos. Não importa se você prefere terminar o dia com um banho, uma história ou uma música. O importante é manter um procedimento claro para que seu filho se acostume. Como inspiração, reunimos alguns rituais comprovados que podem naturalmente ser combinados uns com os outros.

  • Tomar um banho morno;
  • Jogar juntos um jogo tranquilo;
  • Levar os bichos de pelúcia para a cama;
  • Contar os acontecimentos do dia;
  • Cantar uma canção para o bebê (ou cantar juntos);
  • Escutar juntos um audiolivro ou uma radionovela infantil;
  • Tocar um instrumento musical;
  • Ler histórias de boa noite;
  • Acariciar ou massagear;
  • Desejar boa noite;
  • Fechar as cortinas e apagar a luz ou reduzir a luminosidade;

Tente manter os seus rituais de sono da melhor maneira possível. Mesmo quando não estiverem em casa, isso facilitará que seu filho durma mesmo em um ambiente desconhecido.

Fonte do Site: https://www.mambaby.com/br