Mamilo invertido: conheça as causas

O mamilo ou papila corresponde à maior proeminência na aréola, e tem importância fundamental na vida da mulher. Seja funcionalmente, permitindo principalmente a amamentação.

mamilo invertido é definido como uma retração do órgão para dentro da mama, e em geral a queixa é estética e associada ao temor de não poder amamentar. Tem como causa principal uma má formação congênita, isto é, uma fraqueza nos ligamentos que sustentam a papila e sem caráter hereditário.

Apesar de a papila invertida estar associada a problemas estéticos e psicológicos, o problema mais dramático é a impossibilidade de amamentar, por isso a importância da correção já ao se planejar a gravidez, hoje existem acessórios que ajudam a fazer esta correção de forma rápida e não dolorosa.

Experimente os dispositivos corretores de mamilo. Esses aparelhos alongam os dutos lactíferos puxando o mamilo por um determinado período. O dispositivo plástico e transparente é colocado sobre o mamilo debaixo das roupas.

Clicando nas imagens será direcionado o produto e mais detalhes

niplette-avent-unidade-scf15201-0004738-1

  • Aplique uma pequena quantidade de pomada para mamilos na região e na base do dispositivo.
  • Insira a seringa na abertura da válvula, pressionando com firmeza.
  • Coloque o corretor sobre o mamilo com uma mão e puxe a seringa com a outra para criar a sucção. Não puxe demais o processo não deve ser doloroso.
  • Após puxar o mamilo, libere o corretor.
  • Segure a válvula com firmeza e remova a seringa cuidadosamente. Evite a entrada de ar, pois isso pode fazer com que o dispositivo caia.
  • Utilize o aparelho debaixo das roupas. Se estiver utilizando uma roupa justa, é possível disfarçá-lo com uma capa de proteção própria do produto.
  • Remova o corretor empurrando a seringa contra a válvula para quebrar o vácuo.
  • Utilize o produto uma hora ao dia no começo. Aumente o período em uma hora por dia até conseguir utilizá-lo por oito horas ao dia.
  • Não utilize o produto o tempo inteiro!
  • Os resultados devem surgir dentro de três semana.

Confira o modelo disponível em nosso site: Niplette AVENT

Clicando nas imagens será direcionado o produto e mais detalhes 

niplette-avent-unidade-scf15201-0004738-1

Acesse nosso site e confira detalhes do produto

Sem título

” Saiba mais sobre nosso Trocador Comfort  em formato concavo”

Conheça os principais produtos da TulipaBaby: 

Anúncios

Dicas para ter boa postura para amamentar

Uma posição correta para amamentar é o primeiro passo para ter sucesso na amamentação. Para o bebe pegar a mama corretamente para que não ocorra ferimentos nos mamilos a mãe precisa ter posição correta e confortável.

“Para uma pega correta, o bebê precisa abrir bem a boca antes de abocanhar a mama e deve pegar mais a parte de baixo da auréola do que a parte de cima. Ele deve estar com as bochechas cheias, com o queixo encostado à mama da mãe e não deve produzir nenhum som ao mamar, somente o de estar engolindo o leite.”

sem-titulo

Confira as 5 posições para amamentar

1- Deitada de lado na cama

Deve-se oferecer a mama que está mais próxima do colchão e para que você fique mais confortável, apoie sua cabeça no braço ou numa almofada e verifique sempre se o bebê está mamando bem para prevenir complicações como a rachadura nos mamilos. Ideal para a mãe e para o bebê sendo útil durante as mamadas noturnas ou quando a mãe está muito cansada.

2- Sentada com o bebê deitado no colo

Colocar o bebê deitado no seu colo e sentar confortavelmente numa cadeira ou sofá . A posição correta consiste em colocar a barriguinha do bebê encostada na sua, enquanto você segura o bebê com os dois braços por baixo do seu corpinho. 

3- Sentada, com o bebê na “posição de cavalinho”

O bebê deve ficar sentado numa das coxas, de frente para a mama e a mãe poderá segurá-lo, apoiando suas costas. Esta posição é ideal para bebês com mais de 3 meses e que já seguram bem a cabeça.

4- Sentada com o bebê de lado, por baixo do seu braço

Colocar o bebê deitado, mas passá-lo por baixo de um de seus braços e dar a mama que estiver mais perto da boca do bebê. Para ficar nesta posição é preciso colocar uma almofada, travesseiro ou uma almofada de amamentação para acomodar o bebê. Essa posição é ótima para aliviar a tensão nas costas da mãe enquanto amamenta.

5- De pé

Se você quiser dar de mamar enquanto está de pé, você poderá deitar o bebê no seu colo mas deverá colocar uma das suas mãos entre as pernas do bebê para apoiá-lo melhor.

Acesse nosso site e confira os modelos de poltrona para facilitar o momento da amamentação!

retroavela-282

www.tulipababy.com.br

 

 

Dicas para Montar o Enxoval do Bebê: Parte 06

Chegamos a última etapa do enxoval do bebê, mas não podemos esquecer de dar atenção para a MAMÃE, confira os itens que a mamãe deve levar à maternidade:

mamãe

Bolsa do Bebê para Maternidade

Carro

  • Bebê conforto (assento para o bebê) – teste a instalação em seu carro assim que comprar.

Documentos

  • RG da paciente;
  • Carteira de convênio (caso tenha convênio, o Hospital exige na internação);
  • CPF e RG do marido (ou acompanhante);
  • Guia de internação (informe-se junto ao seu convênio se pode ser fornecida antes do parto, pois facilita muito no momento de internar);

Estas dicas são valiosas para mamães de primeira viagem que estão com dúvidas no enxoval do bebê! AGRADECEMOS A VISITA EM NOSSO BLOG! Até a próxima ♥ 

Confira a matéria com dicas para Montar o Enxoval do Bebê: Parte 05

Sem título

Conheça nossa loja física em Rio Negrinho-SC
Ficamos à 1:30h de Curitiba-PR!
Atendimento de Segunda à Sexta das 9:00h às 18:30h e todos os Sábados das 9:00h às 17:00h!
Acesse www.tulipababy.com.br
(47) 3644 0111 – (47)9232 0368 WhatsApp

Confira a visita da Raka Minelli em nossa loja ♥ 

 

Amamentação

Todos sabemos que a melhor forma de amamentar o bebê é através do leite materno.

Existem casos que a unica saída é apelar pela mamadeira. Pois então qual a utilidade da mamadeira?

Muitos bebês têm dificuldade de pegar o seio e acabam se adaptando melhor com a mamadeira, também existem casos, de que a mãe não possui leite suficiente para a criança e acaba optando por complementar a alimentação com a mamadeira. É importante consultar o pediatra para que ele indique o melhor leite e a quantidade que pode ser consumida em cada fase.

Neste mercado várias são as dúvidas que surgem; qual modelo de mamadeira optar? Se o bebê precisar complementar com mamadeira pode largar o peito? Entre outras dúvidas que surge para a mãe.

Hoje temos vários modelos de mamadeiras e com diversas funções. Temos as mamadeiras simples e as que possuem funções especificas com válvulas anti- cólicas, anti-refluxo, esterilizáveis, de vidro e assim por diante.

 

Cada criança se adapta a um tipo de mamadeira, se a criança tem por habito a chupeta, interessante usar a mamadeira da mesma marca, pois o bico da mamadeira terá o mesmo formato do bico da chupeta, assim a criança terá mais facilidade na hora da aceitação da mamadeira.

Para as mães que tem medo de complementar com a mamadeira tendo o receio que seu filho largue o peito, algo que ajuda e é dica de uma mãe, usar o protetor de seio também da mesma marca na hora de dar o peito ao baby.

Solicite mais modelos via WhatsApp |47|9232 0368

Sem título

Confira a visita da Raka Minelli em nossa loja ♥ 

Arroto e cólica no bebê: existe alguma relação?

O bebê deve ou não arrotar após as mamadas? E se o bebê não arrotar, o que acontece?

O assunto arroto sempre permeia as rodas de conversas das mamães que normalmente têm muitas dúvidas em relação ao tema. Será que realmente o bebê deve arrotar? E se não arrotar, tem algum problema? Até quando eu tenho que colocar meu bebê para arrotar?

Realmente essa questão gera alguns pontos de interrogação, já que as mamães não conhecem o motivo que faz do arroto um cuidado importante no dia-a-dia de um bebê. Aproveitando, mamãe: você sabe como surge o arroto? É válido o bebê arrotar? Bem, vamos lá…

Quando o bebê está mamando, seja no peito ou na mamadeira, geralmente há uma ingestão de ar, isto é, o bebê engole ar.

Isso ocorre principalmente em bebês que mamam em mamadeira, pois a anatomia entre o peito da mãe e a boca do bebê é perfeita, se encaixando de uma forma que dificulta a entrada de ar se mamãe e bebê estiverem em posição correta.

Clique aqui e saiba “Como produzir mais leite materno

Já o encaixe do bico da mamadeira e a boca do bebê não é tão perfeita assim, facilitando a entrada de ar.

O ar entra até o estômago do bebê que é mais leve que o leite e por isso tende a voltar. Quando o ar volta é o que conhecemos por arroto, que pode vir acompanhado de uma pequena quantidade de leite, a regurgitação.

Por normalmente o arroto vir acompanhado de uma regurgitação, o bebê que estiver deitado de costas ou de bruços no berço pode aspirar o leite que voltou e se asfixiar.

Portanto, a questão se deve arrotar ou não é relativa. Caso o bebê mame sem problema (sem entrada de ar), não existe a necessidade de esperar um arroto.

Bebê no ombro da mãe para arrotar - foto: Tyler Olson/ShutterStock.com

Arroto contra cólicas – Outra conseqüência do bebê que engole ar e não arrota são as cólicas. Com o estômago cheio de ar e o sistema digestivo ainda imaturo, aparecem as terríveis cólicas. Os bebês choram muito e nada os consolam.

O arroto é uma forma de tentar evitar que as cólicas apareçam. Fazer massagens na barriga e exercícios tipo bicicleta no bebê de barriga vazia são maneiras de fazer com que o bebê elimine os gases e também evitar as cólicas.

Depois da mamada, a mamãe deve colocar seu bebê na posição vertical com a cabeça no seu ombro e a barriga encostada no peito. O arroto aparece até os dez primeiros minutos, às vezes, pode demorar um pouco mais.

Posições ideais para o bebê – A mamãe não deve se preocupar caso seu bebê não arrote. Provavelmente a mamãe não ouviu o arroto, que nem sempre vem com barulho, ou o bebê não engoliu ar durante a mamada e, portanto, não tem ar para sair, não havendo o arroto.

Se a mamãe estiver com muita pressa ou tem um compromisso que a impeça de colocar seu bebê para arrotar, é melhor que coloque o bebê deitado de barriga para cima. (A posição em que o bebê deve ficar deitado foi, é e continuará sendo alvo de vários estudos. Atualmente a posição “de barriga para cima” é aconselhada como a mais segura. Clique aqui e leia mais sobre esse assunto.)

Uma das melhores posições para que o bebê não engula ar durante a amamentação é aquela em que o bebê fica com a cabecinha apoiada na volta de dentro do cotovelo da mamãe, barriga encostada com a barriga da mamãe e de boca bem aberta abocanhado a maior parte da aréola do seio da mamãe.

Colocar o bebê para o arrotar deve ser um cuidado por pelo menos até o sexto mês de vida do bebê onde o sistema digestivo do bebê já está bem mais maduro.

Clique aqui e saiba mais sobre “O primeiro banho do bebê

Dicas

Coloque o bebê na posição vertical com a cabecinha no seu ombro e se precisar dê uns tapinhas bem levinhos nas costas para estimular o arroto.

Ao colocar o bebê no berço sempre coloque-o de barriga para cima mesmo que ele tenha acabado de mamar e não tenha arrotado. Caso o bebê costume regurgitar, aguarde 40 minutos antes de colocá-lo deitado.

O arroto não está associado à saciedade do bebê. Se o bebê mamar corretamente, sem engolir ar, não tem motivo para forçar um arroto.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/arroto-e-colica/

Poltrona de Amamentação

Conforto e tranquilidade na hora de amamentar. 

A Poltrona de amamentação Sarah é o mais novo lançamento da TulipaBaby com encosto anatômico oferece suporte à região lombar das costas e apoio à cabeça. Também possui apoio para os braços, todo requinte e conforto que a mamãe precisa neste momento tão especial.

A Poltrona de amamentação Sarah apresenta revestimento em tecido Suede de cor neutra e capitonê no encosto da poltrona e na parte superior do puff.

Seu balanço é super agradável e macio proporcionado maior conforto para mamãe e para o bebê.

A Poltrona de amamentação não só ajuda na hora de amamentar como também é ideal para fazer seu pequeno dormir e até mesmo um cantinho para contar historinhas.

A TulipaBaby sempre buscando desenvolver novos produtos em material de altíssima qualidade, com conforto diferenciado além de ser um produto moderno e bonito.

Clique nas imagens para ser direcionado ao produto. 

poltrona-de-amamentacao-sarah-com-balanco-e-puff-0006159-1

poltrona-de-amamentacao-sarah-com-balanco-e-puff-0006159-1

poltrona-de-amamentacao-sarah-com-balanco-e-puff-0006159-1

poltrona-de-amamentacao-sarah-com-balanco-e-puff-0006159-1

poltrona-de-amamentacao-sarah-com-balanco-e-puff-0006159-1

Além de sua beleza é uma poltrona compacta e combina em diversos estilos de ambiente. 

Preparando os Seios para Amamentação

Existem técnicas que podem ser usadas para fortalecer o bico do peito e estimular as glândulas mamárias. Tudo para evitar probleminhas na hora da amamentação.

Cuidados com a mama

A preparação das mamas deve acontecer ainda durante a gestação. É nessa fase que as mamães de primeira viagem devem começar a aprender tudo o que envolve o aleitamento. “A mãe pode, inclusive, procurar um pediatra durante a gestação para se informar sobre a importância da amamentação, a alimentação do bebê e os cuidados que deve tomar”, orienta a Dra. Maria José Mattar.

No geral não é preciso fazer nada. Apenas aguardar o bebê nascer e oferecer o seio à ele será o suficiente para que tudo ocorra bem.

Mamãe amamentando seu bebê - foto: Malyshev Oleg/ShutterStock.com

Mas existem algumas técnicas que podem ser usadas na tentativa de fortalecer o bico do peito e estimular as glândulas mamárias.

A regra número um é lavar o bico do peito apenas com água. Não utilize sabonete. Eles já têm uma hidratação natural ideal que deve ser preservada.

Antes recomendava-se banho de sol, mas atualmente o banho de sol sem proteção vem sendo cada vez mais desestimulado, seja para que tipo de pele for e que idade for do indivíduo.

Massagens no seio semanas antes do bebê nascer

As massagens são simples de serem feitas e bastante indicadas pelos médicos. Segure o seio com as duas mãos, uma de cada lado, e faça uma pressão da base até o bico, como se fosse uma ordenha. Repita o movimento cinco vezes com delicadeza, mas com energia. Depois, faça o mesmo com uma mão em cima e uma embaixo do seio. Esse procedimento ajuda na “descida” do leite e pode ser repetido uma ou duas vezes por dia.

Diminuir a sensibilidade do bico do seio

Para diminuir a sensibilidade do bico do seio, uma boa dica é usar camisetas sem sutiã, permitindo que o bico tenha atrito com a roupa, isso diminuirá a sensibilidade ao longo do tempo e não irá ferir o bico. Antes recomendava-se esfregar uma esponja no bico do seio, mas muitas mulheres relatam que o bico fica mais sensível devido à fricção mais forte.

Seio com bico invertido

As mulheres com o bico do seio invertido devem fazer uma massagem específica para estimular a saída do bico para fora. Muitas vezes, durante a gestação ele sai naturalmente, caso isso não ocorra, a gestante deve fazer a seguinte massagem:

Segure a extremidade do bico com o polegar e o indicador e rode os dedos, como se estivesse aumentando o volume do rádio ou girando um parafuso (para esquerda e para a direita). 

CUIDADOS COM OS SEIOS DEPOIS QUE O BEBÊ NASCER

Cremes e pomadas para o bico do seio

Para algumas mães irá funcionar e para outras não. Então você deverá testar caso ache necessário.

Outros procedimentos

Após as mamadas não lave os bicos com sabonete. Seque o bico sem esfregar e deixe-o terminar de secar naturalmente (fora do sutiã).

Antes e depois de cada mamada, hidrate os bicos do seio com o seu próprio leite.

Mas o principal é: a posição correta para a amamentação. Se o bebê fizer a “pega” correta, as chances de dor serão mínimas.

Fonte do site: http://guiadobebe.uol.com.br/preparando-os-seios-para-amamentar/

Dicas TulipaBaby

Alguns itens são de extrema importância e usabilidade nesta fase 

  • ABSORVENTE PARA SEIO MAM 

O excesso de leite é absorvido rapidamente pela camada interna absorvente, mantendo as camadas externas secas e macias. É suave e respirável para maior conforto. A textura delicada das duas camadas externas e a respirabilidade do absorvente fazem você esquecer que o está usando.

Absorvente P Seios Mam CareAbsorvente P Seios Mam Care (2)

  • PROTETOR DE SEIOS MAM

O seu formato permite sentir o cheiro e ter contato com a pele da mãe. Em situações de fissuras no mamilo, este é o meio mais fácil e eficaz, pois a criança não irá largar o peito e a mãe pode amamentar sem medos e receios.  Possui a superfície Silk Touch, patenteado da MAM, é de silicone e tem uma textura sedosa, mais macia do que qualquer outra superfície de silicone.

Mam

  • AVENTE NIPLETTE 

O Niplette é perfeito para corrigir mamilos invertidos que se desenvolveram como resultado de fatores hereditários. Em algumas semanas de uso contínuo, o mamilo ficará ereto. O ideal é usar o produto antes de ficar grávida. No entanto, você também pode usá-lo nos primeiros seis meses de gravidez para obter uma correção duradoura.

54

A TulipaBaby oferece itens para tornar este momento mais confortável e prazeroso para a mãe!

Entre em contato via sac@tulipababy.com.br

Whats

Como produzir mais leite materno

Pergunta clássica e que costuma ser feita quando a mãe já está desesperada com o bebê chorando sem parar: como faço para produzir mais leite materno?

O problema ocorre porque seu corpo está reagindo a algo errado. Mas não se desespere, pois é perfeitamente reversível. A dificuldade de fabricação do leite geralmente é reflexo de problemas emocionais, entre outros fatores.

Vamos explicar direitinho os principais motivos para a produção insuficiente de leite e como corrigi-los.

Ansiedade, estresse, cansaço, tensão pós-parto e dores relacionadas à gravidez e amamentação podem reduzir a produção de leite, já que esses fatores jogam no corpo da mulher hormônios que inibem a descida do leite materno.

Busque a causa do estresse que te domina e tente domá-lo. Se dê o direito de repousar de verdade. Procure superar ou enfrentar situações difíceis de maneira mais harmoniosa e peça um pouco mais de apoio do papai ou outra pessoa nos afazeres domésticos. O corpo da mulher às vezes funciona como uma bomba-relógio. Aprenda a desligar esse artefato, pois a calmaria, de uma forma bem didática, auxilia no funcionamento adequado do corpo.

Outra razão para o pouco leite é a amamentação incorreta ou (e) insuficiente do bebê. Quanto mais você der de mamar corretamente, mais o seu corpo vai produzir leite materno. É algo natural do corpo. O prazer em ver o fofinho mamando perfeitamente acaba liberando mensagens positivas ao cérebro, que automaticamente, “autoriza” a produção de mais e mais leite.

Tanto é que se a amamentação estiver perfeita, você vai ter leite para dar de mamar várias vezes ao dia. Isso acontece justamente porque a produção é estimulada devido à amamentação certa.

Se amamentar corretamente é fundamental para fabricar mais lente, precisamos ter noção de como conseguir uma amamentação certa. Vale algumas observações pertinentes. Como já dissemos em outros artigos, o ideal é o bebê abocanhar toda a aréola do seio, e não apenas o bico.

O bebê quando põe a boca de forma errada no peito da mãe acaba trazendo dois problemas grandes. Ele pode ferir o bico do seio da mãe, causando dores fortíssimas e atrapalhando futuras amamentações. Além disso, por pegar errado o peito, consequentemente sairá menos leite do peito. E como foi dito no começo do texto, se a amamentação for incorreta, a mãe terá mais dificuldade de produzir leite.

Veja só por que o pequeno deve pegar toda a aréola do seio. As “bolsinhas” que guardam o leite materno ficam posicionadas por baixo de toda a aréola do seio e, portanto, o bebê terá muito mais facilidade se tiver a boca em toda a aréola.

Posição correta da pega no seio para o bebê amamentar

Cuidado com promessas salvadoras – É comum nesta fase preocupante por conta do pouco leite ouvirmos histórias de “remédios milagrosos” (geralmente feito à base de plantas medicinais), que prometem deixar os seios cheio de leite de uma hora para outra. Mãe, seja mais criteriosa e não aceite qualquer coisa.

Você pode até voltar a produzir mais leite depois de tomar um suposto “remédio”. Mas a melhora veio não por causa do produto, mas sim porque você controlou seu emocional de outras formas mais interessantes.

De qualquer forma, caso esteja enfrentando esse problema, consulte um profissional da saúde, de preferência o pediatras. Ele vai analisar seu caso especificamente e determinar se você de fato precisa ou não de medicamentos.

Beba bastante líquido para aumentar a produção de leite materno

Ao invés de tentar receitas caseiras “milagrosas” ou até mesmo utilizar medicamentos, experimente aumentar a quantidade de ingestão de líquidos.

Aumente em pelo menos 1 litro a ingestão diária de líquidos (pode ser água, sucos, sopas ralas, leite, iogurtes, frutas in natura como melancia e laranja), mas evite bebidas alcoólicas, refrigerantes e sucos artificiais.

Produzindo pouco leite, será?

Você pode achar que está produzindo pouco leite mas isso pode ser apenas uma preocupação sem fundamento porque você acha que o seu bebê não está “gordinho” como outros que você vê por aí. Existem fases de crescimento e variações no ganho de peso. Bebê gordinho não quer dizer bebê saudável. O mais importante nesse momento não é sair correndo para comprar uma lata de leite em pó, mas sim procurar o pediatra para que ele verifique se o crescimento e desenvolvimento estão normais.

Todo mundo está dizendo que o meu bebê não para de chorar porque é fome pois tenho pouco leite ou porque meu leite é fraco. O que eu faço?

Você tem algumas opções, como por exemplo, “mandar todo mundo plantar batatas“, mas isso poderia acabar com suas amizades. A nossa preferida é: respire fundo e calmamente diga “já marquei o pediatra para saber se está tudo bem“. Marque a consulta e converse com o pediatra sobre o assunto.

Levei meu bebê ao pediatra e ele disse que está tudo bem com meu filho, mas mesmo assim me receitou um leite especial. Isso é correto?

É claro que não. Se está tudo bem porque dar outro tipo de leite? Se você for a um pediatra que diz que está tudo bem com seu filho mas mesmo assim ele insiste em recomendar um leite qualquer, questione ele. Pergunte: mas por que, doutor? Espere ele responder. Após a resposta pergunte: e se eu não der o que vai acontecer com meu bebê? Provavelmente a resposta será “nada”.

A introdução de leite em pó na alimentação dos bebês é responsável pela pouco produção de leite materno e pelo abandono da amamentação materna.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/como-produzir-mais-leite-materno/ 

Os 10 poderes da amamentação

Amamentar é muito mais do que simplesmente deixar seu bebê satisfeito. Os benefícios ao bebê e a mamãe são incalculáveis. Em 10 pontos, vamos dar uma dimensão de como esse ato pode favorecer o desenvolvimento dos dois. A amamentação adequada reforça o vínculo entre mãe e filho. Saiba mais sobre o poder da amamentação:

1.Amamentar Desenvolve o sistema imunológico do bebê
O leite materno contém células anti-infecciosas capazes de proteger o organismo do bebê contra infecções, como as intestinais e otites, evitando assim diarreias.

2. Amamentar Ajuda no desenvolvimento da fala
Veja que interessante. A posição da boca nos mamilos provoca a estimulação de pontos articulados responsáveis pela produção dos fonemas (sons).

3.Amamentar estimula o crescimento e desenvolvimento adequado da musculatura oral, ajudando na respiração, deglutição e mastigação
Uma criança que tenha problemas na respiração pode ter prejudicado o seu sono, concentração e memória. A musculatura oral adequada remete a um bom desenvolvimento da fala.

4.Amamentar fortalece o vínculo mãe e bebê

Mamãe amamentando seu bebê - Foto: Igor Borodin/ShutterStock.com

Fonte da Imagem: http://guiadobebe.uol.com.br/media/34ad50a078034005bf59c303a94e106e/04/mamae-amamentando-seu-bebe-foto-igor-borodinshutterstockcom-0000000000013A30.jpg

O contato com a mãe pelo aleitamento materno faz com que o bebê se sinta mais seguro e tranquilo, evitando choro e ansiedade. Além disso, a mamãe se sente menos estressada.

5. Amamentar diminui o risco de alergia

Crianças alimentadas no peito da mãe têm menos risco de terem asma. Outro estudo revela que crianças que desde cedo tomam o leite de vaca aumentam a probabilidade de se tornarem alérgicas, já que as proteínas desse leite estão associadas à dermatite, rinite, sinusite e amigdalite.

6. O leite materno é o alimento mais completo para o bebê

A mamãe não precisa se preocupar em complementar a alimentação. Nem ao menos se preocupar em oferecer água. O leite materno é completo. Não precisa de mais nada. Apenas a amamentação de forma errada faz com que o bebê não consiga todo o leite, tornando-se incompleta.

7. Amamentar evita doenças futuras

Um bebê amamentado no peito pode evitar durante sua vida algumas doenças como obesidade, diabetes e hipertensão.

8. Bebê que amamenta dificilmente terá anemia
As concentrações de ferro no leite materno é bem maior que em qualquer outro tipo de leite e seu filho não precisará de complemento de ferro para evitar anemia.

9. Amamentação evita cólicas

O leite materno tem proteínas que são facilmente digeridas pelo organismo do bebê. Isso não acontece com o leite de vaca que tem proteínas de difícil digestão.

10. Amamentar diminui risco de câncer de mama

Pesquisadores da Espanha descobriram que as mulheres que amamentam seus filhos por mais de seis meses têm menos chances de desenvolver câncer de mama.

Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/os-10-poderes-da-amamentacao/

Almofada de amamentação

Qual a importância da almofada de amamentação?

A amamentação é um momento único entre mãe e filho, um ato que envolve muito amor e carinho e que por isso merece cuidados especiais.

A almofada de amamentação poderá servir para mãe até mesmo durante a gestação. Nos últimos meses de gravidez a barriga começa a ficar pesada e incomoda, é quando as mulheres usam de apoio para dormir.

A almofada de amamentação traz grandes benefícios para a mamãe e para o bebê, com o passar do tempo o bebê ganha alguns quilos, com a almofada de amamentação a mãe pode posicionar o bebê em uma altura confortável aonde a mamãe pode amamentar tranquilamente. CSem contar que a mãe fica menos dolorida e cansada, reduzindo dores no pescoço, ombros e braços.

Segue alguns modelos de almofada de amamentação que a TulipaBaby trabalha:

almofada-de-amamentacao-60x45x16cm-red-birds-0198-1

almofada-amamentacao-elegance-branco-cdetalhe-cor-bege-00016957-1

almofada-amamentacao-retro-0004049-1

Acesse http://www.tulipababy.com.br