Ideias para fazer um chá de bebê junino

Com bandeirinhas, comidas típicas e muito charme, a decoração desse chá de bebê é perfeita para comemorar a chegada dos pequenos que vêm ao mundo em junho ou perto desse mês. Inspire-se!

Junho chegou e junto com ele aquele climinha de Festa Junina. Pensando nisso chegamos a conclusão: Por que não aliar o Chá de Bebê a boa e velha festa junina e fazer um arraiá pra comemorar a gravidez? Gostou da ideia? Então continue lendo e veja o passo a passo para seu evento ficar perfeito!

Organizar um chá de bebê não é das tarefas mais fáceis, ainda mais para uma mulher grávida, com todos os afazeres e preocupações que o período traz. São muitas opções de temas, cores, sabores e decorações, por isso as dúvidas são inúmeras.

Hoje, a tendência dos chás de bebê é fazer desses eventos um acontecimento bonito e elegante, onde, inclusive, os pais e maridos das convidadas são chamados a participar, contribuindo com itens para o bebê e usufruindo de uma verdadeira festa.

Os temas aplicados variam de acordo com a imaginação dos pais do bebê, bem como de acordo com seus gostos pessoais também. Vale de tudo, desde apenas decorar o espaço com cores relacionadas ao sexo do bebê, até escolher um tema específico para animar a festa. Confira dicas de decoração 🙂

Imagem: http://www.blogencontrandoideias.comImagem: http://palpitesdemel.com.br

Imagem: http://catchmyparty.comImagem: http://catchmyparty.com

Imagem: http://bebe.abril.com.brImagem: http://bebe.abril.com.br

Imagens: http://lembrancinhasefestas.blogspot.com.br e http://www.blogencontrandoideias.comImagens: http://lembrancinhasefestas.blogspot.com.br e http://www.blogencontrandoideias.com

Imagem: http://www.cogumellow.com.brImagem: https://www.pinterest.com

Imagem: http://blog.hwtm.comImagem: http://blog.hwtm.com

Imagens: http://revistacasaejardim.globo.com e http://www.paisefilhos.com.brImagens: http://revistacasaejardim.globo.com e http://www.paisefilhos.com.br

Imagem: http://mulher.uol.com.brImagem: http://mulher.uol.com.br

Imagens: http://www.malumattos.com.br e http://blog.barradoce.com.brImagens: http://www.malumattos.com.br e http://blog.barradoce.com.br

cha de bebe junina

Resultado de imagem para festa infantil arraial

Resultado de imagem para festa infantil arraial

Gostou das dicas? São ideias que podem ser feitas por você mesmo (a) com muita criatividade e economia e além de tudo será uma festa lindaa! 

 

Receita para o inverno – S’mores

O inverno está chegando, e com ele os dias mais frios e aconchegantes, ótimos para aproveitar com as crianças e fazer uma receita deliciosa para aquecer. Para curtir esse clima, trouxemos uma que é tradição americana: S’mores. Confira o passo a passo:

Ingredientes:
– Bolacha tipo maisena ou ao leite
– Chocolate
– Marshmallows

Modo de Preparo:
Comece despejando o chocolate em um refratário que possa ir ao forno, cobrindo todo o fundo com uma camada uniforme.

Após, cubra o chocolate com os marshmallows, de maneira uniforme, até que não se possa mais ver o chocolate embaixo.

Leve ao forno e deixe até o marshmallow dourar, você pode optar em deixar mais ou menos tempo, dependendo de quão dourado quiser o marshmallow.

Agora vem a melhor parte! É só tirar do forno e comer ainda quentinho, mergulhando as bolachas. Hum…

Fonte do Site: http://blog.milon.com.br/post/receita-para-o-inverno-smores-14389

Gelatina x Lanche: uma combinação saborosa e divertida

Pintou férias no pedaço é hora de inovar com a criançada 

Que tal incrementar o lanche em casa ou na festa do fim de semana com receitas super saborosas e divertidas com Gelatina? Confira:

receita de Biscoito de Gelatina - Foto: pixel2013

Biscoito de Gelatina

Ingredientes:

3/4 de xícara de manteiga (em temperatura ambiente)

1/2 xícara de açúcar orgânico

1 caixa de Gelatina de Abacaxi

1 colher (chá) de essência de baunilha

2 1/2 xícaras de farinha de trigo

1 colher (chá) de fermento em pó

2 ovos

1 colher (chá) de sal

Modo de preparo: 

Massa: pré-aqueça o forno a 180°C e unte a assadeira. Em uma tigela, misture o açúcar, a manteiga, a gelatina, os ovos e a baunilha. Bata em velocidade média usando uma espátula ou uma batedeira. Em uma tigela separada, bata a farinha de trigo, o fermento em pó e o sal com um batedor.

Adicione 1/2 xícara dos ingredientes secos ao restante enquanto mistura em velocidade média. Continue adicionando os ingredientes secos, 1/2 xícara por vez, até estar tudo bem misturado. Modele os biscoitos no formato que desejar e asse por 15 minutos ou até dourar nas bordas. Remova os biscoitos do forno e deixe esfriar.

Gelatina na Laranja - Foto: Dr. Oetker

Gelatina na Laranja

Ingredientes:

1 caixa de Gelatina de Abacaxi

1 caixa de Gelatina de Morango

1 caixa de Gelatina de Uva

Laranjas

Modo de preparo: prepare as receitas de Gelatina nos três sabores, uma de cada vez, seguindo as instruções da embalagem e reserve até esfriar. Corte as laranjas ao meio, retire toda a polpa da fruta e preencha com a gelatina reservada em toda a casca já limpa. Coloque em um suporte de forma de cupcake ou bandeja de ovo e leve a geladeira até ficar firme. Corte em pedaços e sirva.

Purê de Morango com Gelatina - Foto: Guia do Bebê

Purê de Morango com Gelatina
 
Ingredientes:
1 caixa de Minha Gelatina de Morango     
                                                                                                                                                           
1 caixas de morango (fruta)
 
Modo de preparo: pique de 4 a 6 morangos e reserve na geladeira. Amasse os demais morangos até formar uma papinha e também reserve. Prepare a Minha Gelatina de Morango conforme as instruções da embalagem e leve a geladeira até começar a endurecer. Retire da geladeira e misture com a papinha de morango com uma colher. Distribua em copos individuais e leve novamente a geladeira por 2 horas. Decore com o morango picadinho na hora de servir.
 
Fonte do Site: http://guiadobebe.uol.com.br/gelatina-com-corantes-naturais-simmm/

Conheça os principais produtos da TulipaBaby: 

Sucos naturais: ótimos aliados na saúde do seu filho

Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados

ATENÇÃO!
Até o sexto mês de vida o bebê deverá ser alimentado exclusivamente com o leite materno. Ele não precisará de água ou chás. Qualquer mudança nessa regra deverá ser feita com orientação do seu pediatra.

ATENÇÃO!
A atual recomendação da “Academia Americana de Pediatria” diz que:

  • Dos 6 meses até 1 ano de idade deve-se oferecer frutas in natura ao invés de sucos (mesmo que naturais);
  • Se for oferecer sucos naturais (preparados em sua casa com a fruta), não coloque açúcar nem adoçante e de preferência dilua com água (filtrada);

Saborosos e extremamente benéficos aos adultos e crianças, os sucos naturais, assim como as frutas, são aliados importantes na saúde do seu filho. Porém, o consumo desse grupo de alimentos é, muitas vezes, menor do que o recomendado, principalmente devido ao aumento do comércio de alimentos industrializados, ricos em gordura, sal e açúcar, e pobres em micro-nutrientes.

É recomendável que os pais tenham o cuidado de, sempre que possível, oferecer sucos naturais às crianças, ao invés de refrigerantes ou sucos artificiais. Vale lembrar que, no Brasil, temos a vantagem da grande diversidade de frutas ofertadas durante todo o ano. Elas se caracterizam pela natureza geralmente polposa, aroma próprio, são ricas em açúcares solúveis e de sabor doce, podendo ser ingeridas sem a necessidade de preparo culinário. Mamãe, o que você está esperando!

Os sucos são boas fontes de fibras alimentares, principalmente se não forem coados ou peneirados. A utilização integral dos componentes das frutas pode garantir o acesso a minerais, vitaminas e fibras, vitais para o desenvolvimento saudável do seu filho. “Além de perderem vários nutrientes, os sucos industrializados são ricos em calorias e contêm conservantes e corantes, que podem causar alergias, gastrite e até conter substâncias cancerígenas”, alerta a pediatra, Márcia Rodrigues.

Há ainda a opção de preparar sucos naturais que misturam frutas com legumes ou verduras. Eles são responsáveis pelo aumento das defesas do organismo. Outra medida importante é a ingestão de sucos 30 minutos antes das refeições. Essa prática ajuda na absorção dos nutrientes. Além disso, é importante que os sucos naturais sejam consumidos em, no máximo, 30 minutos depois de serem preparados, para que não percam suas propriedades nutritivas. Confira os benefícios de alguns sucos de frutas:

3

Dica:

Prefira sempre consumir a fruta in natura ao invés dela em sucos.

Se estiver com vontade de beber uma bebida refrescante, prefira o suco de frutas aos invés de refrigerantes ou sucos de caixinha.

Frutas e copos de sucos - foto: Skylines/ShutterStock.com

Conheça os principais produtos da TulipaBaby: 

50 ideias de cupcakes para festas infantis

São 50 Ideias Cupcakes para festas infantis e muita inspiração! Você sabia que os Cupcakes revolucionaram o mundo das confeitarias dos Estados Unidos no século XIX?   A ideia consiste em fazer um bolo de maneira rápida e com ingredientes básicos para servir uma única pessoa. A maneira de preparar o Cupcake rompeu todas as tradições culinárias, pois seus ingredientes eram medidos em xícaras, como o próprio nome sugere: Cupcake = bolo de xícara.

Desde o surgimento, os mesmos tornaram-se tendência na culinária mundial, e nos últimos anos os brasileiros aprovaram. Os Cupcakes estão presentes em muitas comemorações, inclusive nas festas infantis. E quem resiste? 

Receita de Cupcake tradicional:

Ingredientes:

1 colher (sopa) de baunilha

1 colher (sopa) de fermento em pó

220ml de leite

4 ovos

350g de açúcar refinado

220g de margarina sem sal em temperatura ambiente

350g de farinha de trigo peneirada

2g de sal

Modo de preparo:

Na tigela da batedeira coloque açúcar refinado e a manteiga em temperatura ambiente e bata até ficar no ponto esbranquiçado. Adicione os ovos um a um com a batedeira ligada e bata. Em outra tigela, adicione a baunilha no leite e reserve. Na outra tigela coloque a farinha de trigo sem fermento, o sal e o fermento em pó e misture. Adicione o restante da farinha e do leite. Mexa levemente e a massa estará pronta. Hora de preencher as forminhas. Coloque as forminhas de papel posicionadas sobre as de alumínio e preencha até a metade com a massa. Leve ao forno pré-aquecido por 25 minutos, mas verifique sempre, pois o tempo pode depender de forno para forno.

Recheio:

Poderá ser de brigadeiro, cremes, doce de leite, etc. Para rechear basta furar o bolinho pronto, colocar o recheio e tampar com a própria massa retirada.

Cobertura:

Pode ser feita em diversos sabores, como: brigadeiro preto e branco, chantilly branco ou colorido, etc. Para finalizar poderá usar chocolate granulado, coco, confeitos coloridos, confetes de chocolate, pedaços de frutas, pasta americana, e outros.

Para inspirar, selecionei 50 Ideias de Cupcakes para festas infantis, confira:

50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis

50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis

50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis

50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 Ideias de Cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis
50 ideias de cupcakes para festas infantis

Fonte do Site: http://www.gemelares.com.br/2013/08/cupcakes-para-festas-infantis.html

A ceia de Natal do bebê

Eles não precisam ficar de fora da diversão gastronômica desta data tão típica. Com alguns cuidados e as comidinhas certas, as crianças pequenas vão curtir tanto quanto os adultos.

1 – Quais as melhores comidas de Natal para crianças pequenas?

Com tantas delícias na mesa, fica difícil resistir a oferecer novidades para os filhos, não é? Vá com calma. Para crianças de 6 meses até 1 ano, é possível criar papinhas usando ingredientes típicos dessa época. Todos trazem algum tipo de benefício. O peru, por exemplo, tem triptofano, aminoácido precursor da serotonina, substância que age no cérebro, promovendo bem-estar  e sono profundo. O peito do chester é rico em proteína e fácil de usar em sopinhas. Atenção apenas com os temperos. É melhor usar as carnes sem gorduras e antes de estarem prontas para os adultos. E por conta de alergias, prefira deixar o bacalhau para depois de um ano. O arroz com frutas cristalizadas é super nutritivo, fonte de carboidrato e geralmente cai no gosto dos bebês.

Outra dica é priorizar as frutas da época. O damasco, usado em papinhas doces, é fonte de ferro e fibras, e a uva passa garante o consumo de potássio. Aproveite o Natal para apresentar novidades que aparecem na mesa da ceia, como cereja, lichia e ameixa. Já é de nossa cultura montar aquela linda mesa de frutas. Isso pode virar uma saladinha ou sucos incríveis!

Quando a criança tem entre 1 e 2 anos, você já pode introduzir as castanhas, as nozes e oleaginosas em geral. Elas são ricas em vitamina E, gordura boa, minerais como selênio, que auxiliam no desenvolvimento cognitivo da criança, e garantem uma boa dose de energia. Mas, só ofereça se a criança não tiver nenhum histórico de alergia e cuidado redobrado com engasgos! Nessa fase a garotada também pode experimentar pequenas porções dos doces típicos, mas prefira algo bem leve, como a mousses. As frutas secas também são ótimas fontes de fibras, vitaminas e minerais.

A partir dos dois anos, a criança já pode comer de tudo, mas não esqueça de montar um prato equilibrado, com todos os grupos alimentares. Evite carnes cruas ou mal passadas, assim como a maionese caseira, para evitar risco de contaminação alimentar e temperos muito fortes.

2 – Existem comidinhas que devem ser evitadas?

Sim. Bebês de 6 meses a 1 ano, por exemplo, não devem comer açúcar. Trata-se de uma caloria vazia, sem nutrientes, e seu consumo precoce está ligado ao do desenvolvimento de doenças crônicas como o diabete, além de atrapalhar a educação alimentar da criança, que possivelmente preferirá esse sabor em detrimento dos demais. Excesso de sódio, como em receitas com bacalhau, embutidos ou sementes oleaginosas salgadas, também devem ser ignoradas por essa faixa etária, com o risco de sobrecarregar o rim da criança. Depois de um ano, o maior cuidado é com as frituras, não só pelo excesso de calorias, mas também para evitar o risco de dor abdominal ou azia na criança.

3 – Como montar um prato saudável para a criança no Natal?

É fácil. Siga o seguinte esquema: uma fonte de carboidrato, como arroz, batata, farofa, mandioca; uma fonte de legumes, como cenoura, chuchu, abobrinha ou um pouco de  salpicão (com cenoura e salsão); uma fonte de verduras, como folhas verdes; uma fonte de proteína, como peru, chester, lombo; uma fonte de leguminosa, como lentilha. De sobremesa, uma fruta ou uma porção pequena de outros doces, se a criança for maior do que 1 ano.

 Alguns exemplos de pratos: arroz com grãos ou com algum vegetal, os legumes do salpicão (feitos separados para a criança, sem a adição da maionese), uma carne desfiadinha (o peru ou chester, que costumam ser menos gordurosos e condimentados que o pernil e o lombo), frutas cristalizadas (para os maiores), uma farofinha leve (sem bacon) e muitas frutas e sucos.

Os bebês de até 1 ano podem saborear um arroz empapado, os vegetais bem molinhos e amassados com garfo e o peru desfiado.

4 – É preciso evitar exageros com os doces no Natal?

Sim, e sempre levando em conta a faixa etária, já que, segundo os especialistas, crianças abaixo de 1 ano não devem consumir açúcar. Para elas, ofereça as frutas da época em forma de papinhas ou sucos. Após 1 ano, já podemos oferecer uma pequena porção de sobremesa, mas nada muito elaborado. E prefira os doces feitos à base de frutas. O consumo de açúcar na infância deve ser controlado não só por uma questão de prevenção da obesidade infantil, cáries e diabete, mas também por uma questão de consciência alimentar mais saudável. A educação nutricional se bem feita desde a primeira infância, trará frutos duradouros.

5 – E os petiscos e entradas também precisam ser controlados?  

Os petiscos e entradas podem fazer parte da refeição dos pequenos, respeitando o que foi dito sobre os alimentos a serem evitados. Muitas vezes, pelo tamanho pequeno e formatos divertidos, eles fazem mais sucesso do que o restante que será servido. Mas é lógico que os pais devem ficar atentos para que eles não tirem o apetite dos próximos pratos. A capacidade gástrica das crianças é bem reduzida. Quando elas se deliciam com as entradas, sobra “pouco espaço” para a comidinha do jantar, o que vai prejudicar uma nutrição correta e completa.

6 – É preciso administrar as quantidades para a criança não passar mal?

Geralmente as crianças preferem brincar e correr a comer, mas exageros podem acontecer, sim, principalmente se há um alimento de que o pequeno goste muito. É necessário respeitar os sinais de fome e saciedade, perguntando e observando. Se desconfiar que ela já esteja satisfeita, e ainda pede mais, sugira aguardar um pouco e invente uma brincadeira para distraí-la. Nesse ínterim, ela pode perceber seu grau de satisfação. Chame a atenção para esse fato, pois isso faz parte da educação alimentar!

7 – Como as famílias que seguem o costume de esperar a meia-noite para a ceia devem organizar o horário das refeições das crianças?

Mesmo sendo uma data festiva, criança é criança e sente fome! O dia já será cheio de excitações pelos presentes e amigos em casa e ninguém vai querer somar a falta de comida a isso e acabar com uma criança faminta e irritada. O melhor é organizar os horários e fazer uma pequena refeição antes do horário previsto para a ceia. Cuidado para que a garotada não fique beliscando o tempo todo e acabe sem apetite no jantar. Estabeleça mesmo um horário para o lanche/ceia e organize as crianças para ele. E use o bom senso. Se a garotada comer bem nesse lanche, a ceia provavelmente será menor.

 Fonte: http://bebe.abril.com.br/materia/a-ceia-de-natal-do-bebe

Receitas de picolés de frutas caseiros

Na semana das Crianças, nada como um agrado ao seu filho. Geladinho e nutritivo, os sorvetes feitos com frutas podem ser a melhor maneira de alimentar as crianças no verão.

Nem toda criança gosta de comer a fruta in natura. Nesses casos, para garantir a ingestão de todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento infantil, os pais precisam ser criativos: fazer sucos, criar vitaminas, misturar em bolos, embutir nas sobremesas. Com a chegada do verão, o sorvete passa a ser uma opção bacana, ainda mais se estiver no formato de picolé. Práticos e coloridos, são lúdicos e fáceis de serem consumidos. A criança se diverte e ainda consome vitaminas importantes como a C, A e B. O ideal é ter forminhas próprias para fazer picolés, que já vem com palitos e tudo. Mas quem não tiver, pode improvisar usando copinhos de plástico e palitos de madeira. Uma boa forma de manter o palito firme no meio do sorvete e espetá-lo em um pedacinho de banana colocado no fundo do copinho. Quem quiser ainda pode fazer os sorvetes em sacolés, aqueles saquinhos compridos ideais para isso. Conheça algumas receitas para fazer e se inspirar.

picole-abacate

Picolé de abacate

Ingredientes

1 abacate maduro

leite de coco, o necessário

Açúcar

 Modo de Preparo

Corte o abacate e coloque no liquidificador ou Mixer. Vá batendo e adicionando o leite de coco até ficar

cremoso, mas não líquido. Adicione o açúcar  a gosto, se necessário.

Coloque em forminhas de picolé e leve ao congelador até congelar.

Picolé de iogurte com frutas

Ingredientes

1 pote de iogurte natural desnatado (de 170 a 200g)

12 morangos frescos ou 16 amoras ou 16 framboesas

 Modo de preparo

Leve o iogurte e as frutas no freezer e deixe lá até estarem congelados. Caso queira um picolé com pedaços de frutas, separe

uns 4 morangos/amoras/framboesas. Tire-os do freezer e bata no liquidificador até formar um creme homogêneo.

Misture as frutas cortadas que deixou separadas, se assim quiser. Volte com esse creme no congelador já nas forminhas

especificas de sorvete, e coloque o palito no meio. Quando estiver congelado, já pode ser servido.

 

Picolé de sorvete com kiwi

Ingredientes

Suco de 1/4 de melancia

1 kiwi em rodelas

 Modo de preparo

Coloque em forminhas para picolé o suco de melancia até a metade.

Dentro, vá arrumando rodelas de kiwi.

Complete com o suco e deixe gelar por 4 horas no congelador ou freezer.

Picolé de frutas

Ingredientes

3 laranjas

4 morangos

1 Kiwi

Modo de preparo

Prepare um suco com as laranjas. Corte os kiwis e os morangos em pedaços – se quiser deixar mais divertido, faça

em formatos como coração ou estrela.

Distribua os pedaços de morango e kiwi nas forminhas de picolé. Complete com

suco de laranja e coloque os palitinhos. Leve ao freezer até ficar congelado.

Fonte: Site Bebe.com.br

Criança faz experimento que vai te convencer a preferir alimentos orgânicos

Uma menina americana, que estuda no ano correspondente à terceira série, foi solicitada a fazer um experimento em sua casa para entender sobre o crescimento dos vegetais. A experiência consistia em colocar uma simples batata-doce dentro de um copo d’água. Ela então explica no vídeo que esperou por três semanas para ver nascer algum broto de batata-doce.. e nada. Então, a menina decidiu trocar por outra batata, por mais três semanas e novamente nada aconteceu.

Ela foi então ao vendedor onde havia comprado os vegetais e falou que as batatas não estavam brotando. Foi quando o comerciante disse que, na verdade, elas nunca iriam brotar, pois no cultivo das batatas foi usado um produto químico chamado Bud Nip, que é um regulador de crescimento usado em grande parte dos vegetais que consumimos.

Foi nesse momento que ela resolveu experimentar usar uma batata-doce orgânica. Vale a pena ver o resultado:

organico

organico3

organico4

Fonte: http://www.hypeness.com.br/2014/06/experiencia-surpreendente-mostra-a-diferenca-entre-alimentos-organicos-e-transgenicos/

Colocaram essas crianças para provar os pratos mais caros do mundo. As reações foram impagáveis!

Como você bem deve saber, existem alguns pratos (ou receitas) que apenas quem tem muito dinheiro pode comer. Ou melhor, pra você comer você tem que gastar duas ou três vezes o valor do seu salário.
Resumindo: não é uma opção muito interessante.
O pessoal do BuzzFeed decidiu avaliar se esses pratos valem a pena mesmo. E que outra forma melhor do que o paladar sincero (e destreinado) de uma criança?
Caviar, massas exóticas e até ouro… será que elas gostaram? Clique no play abaixo e veja as reações impagáveis.

Fonte: http://www.curiozo.com.br/pessoas/colocaram-essas-criancas-para-provar-os-pratos-mais-caros-do-mundo-as-reacoes-foram-impagaveis/

30 maneiras de fazer o seu filho sorrir

bebe-sorrindo

Quem nunca se divertiu com a gargalhada de um bebê sorridente e feliz? Seja na web ou no dia-a-dia, eles contagiam qualquer pessoa em qualquer idade e não precisam de muitos artifícios para tirar um bom sorriso.

“Crianças felizes são mais criativas e inteligentes e sabem lidar melhor com os desafios”, afirma o psicólogo Lawrence J. Cohen. Quando o bebê dá um sorriso ou uma gargalhada, ele está revelando que se sente bem, mas além disso está desenvolvendo importantes habilidades intelectuais. Então sem delongas, vamos à lista!

1 – Fotografem caretas um do outro.
2 – Deixe-o dormir na sua cama de vez em quando.
3 – Faça bolhas com um canudo em um copo plástico transparente com água para seu bebê se divertir com o barulho e ver a água se mexer.
4- Deixe surpresas na lancheira para lembrá-lo que você pensa nele enquanto está na escola. Você pode cortar o sanduíche em formatos diferentes para que, a cada dia, ele tenha uma surpresa diferente com o lanche, colocar uma piada ou um desafio para que ele possa dividir com os amigos e se divertir ou deixe um escreva recadinho carinhoso ou divertido em um papel especial.
5 – Prepare um piquenique no parque com direito a toalha xadrez! E, se der, leve tudo em uma cesta. Seu filho vai adorar!
6 – Brinquem de caça ao tesouro. Espalhe dicas pela casa e faça com que seu filho encontre uma de cada vez até o tesouro, que pode ser os ovos da Páscoa, o presente de aniversário ou apenas um bombom. O que vale é o prazer da brincadeira.
7 – Apresente três novas sensações ao seu bebê:
• Brinquem com gelo. Os bebês vão achar muito engraçado sentir a textura gelada e escorregadia do gelo. Coloque uma pedrinha nas mãos do seu filho e observe a sua reação.
• Faça uma grande bola de chiclete e deixe-o estourar.
• Coloque uma luva bem macia e bem colorida e brinque com seu filho para ele sentir uma nova textura.

asds

8 – Façam uma coisa “proibida” juntos. Pode ser um sorvete antes do almoço, um banho demorado, pizza no sofá da sala, raspar a panela de brigadeiro…
9 – Façam guerra de travesseiros naquela noite em que todos estão sem sono. Escolha uns bem macios e deixe a bagunça tomar conta do quarto.
10 – Dê uma cambalhota ou estrela com seu filho – eles acham o máximo quando adultos brincam como crianças.
11- Acorde seu filho com uma bandeja de café da manhã na cama!
12 – Mostre fotos antigas da família e conte histórias engraçadas de quando você era criança.
13 – Organize um campeonato de videogame em sua casa e convide os amigos dele. Prepare sanduíches, sucos e um bolo bem gostoso para alimentar a turminha.
14 – Leve-o para passar um dia no seu trabalho.
15 – Montem uma banda improvisada juntos. Vale pegar qualquer coisa em casa que faça barulho e ensaiar uma música bem animada.
16 – Brinquem de “você inventa a letra”: peguem uma música conhecida e criem uma nova história sem pé nem cabeça. Vai ser muito divertido!
17 – Apostem uma corrida de saco. Você se lembra dessa brincadeira? Aproveite um saco de estopa ou de farinha e procure um lugar gramado para não machucar, afinal, todo mundo vai mesmo se jogar no chão quando cruzar a linha.
18 – Escolha um jogo bem amistoso do time do coração para levá-lo ao estádio de futebol.
19 – Faça com ele um cartão para um parente ou amigo querido. Coloque uma cartolina no chão com um montão de giz de cera em volta e deite com ele para fazer o desenho e escrever uma mensagem.
20 – Apareça de surpresa para assistir à aula de natação, ballet ou futebol.
21 – Abra as portas do seu guarda-roupa e deixe que ele use suas roupas, maquiagem e pasta do trabalho para imitar o papai/mamãe.
22 – Faça caras engraçadas para o seu bebê.
23 – Ria das piadas dele. Quando vão crescendo, eles descobrem que algumas histórias ou atitudes fazem os adultos darem risada. E eles adoram isso…

sdsd

24 – Aproveite uma sombra para brincar com os movimentos dos braços (os seus e os deles). Você pode ensinar a fazer animais com as mãos.
25 – Compre uma caixa com 60 lápis de cor para encher os olhos dele e despertar aquela vontade de pintar, pintar e pintar…
26 – Economize para fazer um passeio de balão.
27 – Aproveite uma sombra para brincar com os movimentos dos braços (os seus e os deles). Você pode ensinar a fazer animais com as mãos.
28 – Faça bolhas em um copo de plástico transparente com água para ele se divertir com o barulho e ver a água se mexer.
29 – Organize um campeonato de videogame em sua casa e convide todos os amigos. Prepare sanduíches, sucos e um bolo bem gostoso para alimentar a turminha.
30 – É muito difícil de acontecer, quase impossível, mas se nenhuma das dicas anteriores der certo, apele para as coceguinhas. Pode ser na barriga, embaixo do braço, nos pés e no pescoço. Ele não vai resistir e soltará aquela gargalhada que você adora!

Fonte: http://emmafiorezi.com.br/blog/?p=4652